Gisnei

Gisnei

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou, no início da tarde desta quinta (12), o sorteio dos confrontos da primeira fase da edição 2020 da Copa do Brasil.

A edição de número 32 da competição, terá início em fevereiro. Já as finais acontecem em setembro.

Na primeira etapa da Copa do Brasil 2020 a classificação será disputada em jogo único, com vantagem do empate para o clube visitante.

Na segunda fase, os mandos de campo já estarão definidos conforme sorteio realizado nesta quinta. Mas, em caso de empate, a disputa será nos pênaltis.

A partir das oitavas de final, entram na competição os clubes classificados para edição 2020 da Copa Libertadores da América (Flamengo, Athletico-PR, Santos, Palmeiras, Grêmio, São Paulo, Internacional e Corinthians) e os campeões da Série B (Bragantino), da Copa do Nordeste (Fortaleza) e da Copa Verde (Cuiabá).

Veja os confrontos da primeira fase da Copa do Brasil

Chave 1: River-PI x Bahia-BA, São Luiz-RS x América-RN, Coruripe-AL x Juventude-RS e XV de Piracicaba x Londrina.

Chave 2: Caxias-RS x Botafogo-RJ, Toledo-PR x Náutico, Palmas-TO x Paraná Clube e Bahia de Feira-BA x Luverdense.

Chave 3: Brusque-SC x Sport-PE, Frei Paulistano-SE x Remo-PA, Manaus x Coritiba e Gama-DF x Brasil-RS.

Chave 4: São Raimundo-RR x Cruzeiro-MG, Vilhenense-RO x Boa Esporte-MG, Brasiliense-DF x Paysandu-PA e Independente-PA x CRB-AL.

Chave 5: Motoclub-MA x Fluminense-RJ, Atlético-BA x Botafogo-PB, Novorizontino-SP x Figueirense e Vitória-ES x CSA-AL.

Chave 6: Boavista-RJ x Chapecoense-SC, Caucaia-CE x São José-RS, União-MT x Atlético-GO e Operário-MT x Santa Cruz.

Chave 7: Imperatriz-MA x Vitória-BA, Lagarto x Volta Redonda, Bragantino-PA x Ceará-CE e Bangu-RJ x Oeste-SP.

Chave 8: Campinense-PB x Atlético-MG, Afogados-PE x Atlético-AC, Novo Hamburgo-RS x Ponte Preta e Galvez-AC x Vila Nova-GO.

Chave 9: Altos-PI x Vasco da Gama-RJ, Aquidauanense x ABC-RN, Fast Club-AM x Goiás-GO e Santo André-SP x Criciúma-SC.

Chave 10: Santos-AP x América-MG, Barbalha-CE x Operário-PR, Ferroviária-SP x Avaí-SC e Águia Negra-MS x Sampaio Corrêa-MA.

Edição: Fábio Lisboa
 
Por Agência Brasil 
 
 
Foto: Thais Magalhães / CBF

O limite do saque imediato das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) passou de R$ 500 para o valor do salário mínimo, atualmente fixado em R$ 998. Entretanto, só poderão sacar esse valor os trabalhadores que tinham o saldo de até um salário mínimo na conta vinculada do fundo em 24 de julho deste ano, data em que a Medida Provisória (MP) nº 889, com as novas regras de saque do benefício.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou ontem (11) a lei de conversão da MP, agora convertida na Lei nº 13.932/2019. O texto foi publicado hoje (12) no Diário Oficial da União.

Em nota à imprensa, o governo explica que quem tinha saldo igual ou menor que R$ 998 na conta pode sacar o valor integral. Para quem tinha saldo maior, porém, o limite do saque continua em R$ 500. A regra vale para cada conta que o trabalhador tem no fundo, e não para o somatório delas.

Nesse caso, aqueles que se enquadram na regra do salário mínimo e já sacaram os R$ 500 poderão sacar os R$ 498 restantes. O prazo limite para a retirada é 31 de março de 2020, mas os valores serão disponibilizados até o final do ano.

De acordo com o governo, as regras para o saque-aniversário foram mantidas no texto aprovado em novembro pelo Legislativo. Nessa nova modalidade de saque do FGTS, que entra em vigor em 2020, o trabalhador poderá fazer retiradas anuais de um percentual do saldo, conforme uma escala progressiva, que varia de 5% (para quem tem saldo acima de R$ 20 mil) a 50% (para os cotistas com saldo inferior a R$ 500).

Sobre os percentuais de distribuição de lucro, antes limitados a 50% do resultado de cada exercício, o resultado passará a ser definido pelo Conselho Gestor, que poderá distribuir valores superiores, conforme a saúde financeira do fundo.

A lei agora sancionada também revoga o adicional de 10% sobre o FGTS que era pago para o governo, em caso de demissão sem justa causa. “Esse valor não ia para o empregado e era um simples custo tributário, o qual tinha, desde a sua instituição, uma natureza transitória. Agora, encerra-se definitivamente essa cobrança, diminuindo os custos da mão-de-obra e favorecendo a geração de emprego”, diz a nota do governo. A multa de 40% sobre o saldo da conta, paga ao trabalhador, continua existindo.

Vetos

Bolsonaro vetou quatro trechos na sanção da lei. Os vetos ainda deverão ser analisados pelo Congresso Nacional.

O Ministério do Desenvolvimento Regional sugeriu três vetos a dispositivos que estabelecem fixação de percentual do resultado do FGTS como condição para que o uso dos recursos em habitação popular contemplem descontos de acordo com a renda familiar do beneficiário.

“Tal proposta contraria o interesse público, pois reduz drasticamente os descontos concedidos para famílias de baixa renda no Programa Minha Casa Minha Vida, reduzindo o acesso da camada mais necessitada da sociedade ao programa, bem como aumenta o lucro do FGTS de forma a favorecer as camadas sociais de maior poder aquisitivo, que são as que têm maior volume de depósitos e saldos na conta do FGTS”, diz a mensagem encaminhada ao Congresso.

Já o Ministério da Economia sugeriu o veto ao dispositivo que diz que apenas a Caixa Econômica Federal deve prestar informações à Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, necessárias à fiscalização do fundo. Para o governo, o acesso aos dados de pagamento do FGTS junto a toda a rede arrecadadora é de fundamental importância para garantir eficiência e celeridade à fiscalização e cobrança dos valores devidos ao fundo.

“A obtenção de informações de pagamento direto da fonte primária (rede arrecadadora) permite uma melhor gestão dos processos relacionados ao cumprimento da obrigação de recolhimento do FGTS e possibilita maior autonomia à Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia para o exercício de suas atribuições legais”, diz a mensagem da Presidência.

Edição: Nádia Franco
 
Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil 
 
 
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O IPVA 2020 (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) estará disponível para pagamento a partir de 17 de dezembro. Os contribuintes que optarem pela quitação antecipada têm como data-limite o dia 30 deste mês e os descontos poderão alcançar até 24,92% sobre o valor do imposto.

Neste período, o motorista terá redução de 3% no total do tributo e poderá se valer ainda do valor da Unidade de Padrão Fiscal (UPF-RS) nos patamares de 2019. Na virada do ano, há atualização do valor, estimada em 3,35%.

Quem não fizer a quitação antecipada também pode ter descontos no parcelamento do imposto. Para isso, o proprietário do veículo precisa pagar a primeira parcela até 31 de janeiro. As próximas duas serão em fevereiro, até o dia 28, e março, até o dia 31. Os descontos são de 3% para a primeira parcela, 2% para a segunda e 1% para a terceira.

Outra opção é pagar a totalidade do imposto até a data de vencimento por placas no mês de abril, porém sem descontos.

 

IPVA2020 descontos máximos

Para o calendário do próximo ano, o IPVA terá redução média de 2,4% para os mais de 3,7 milhões de veículos que pagam o tributo. A expectativa da Secretaria da Fazenda é arrecadar R$ 3,1 bilhões com o IPVA 2020, valor que, após as devidas destinações constitucionais, é repartido automaticamente: 50% para o Estado e 50% para o município do licenciamento do veículo. Pelas estimativas da Receita Estadual, o período de pagamento antecipado deve representar arrecadação bruta de cerca de R$ 850 milhões.

 

Para obter o desconto máximo do IPVA, o contribuinte precisa levar em conta também as vantagens do Bom Motorista e do Bom Cidadão. Os condutores que não receberam multas nos últimos três anos terão dedução de 15% no valor do tributo. Para quem não foi multado há dois anos, o índice é de 10%, e para quem ficou um ano sem infrações, o abatimento é de 5%.

O desconto do Bom Cidadão, por sua vez, dará aos proprietários de veículos inscritos no programa Nota Fiscal Gaúcha desconto de 5% para os que acumularam no mínimo 150 notas fiscais com CPF, 3% para os que tiveram entre 100 e 149 notas e 1% para quem acumulou entre 51 e 99 notas.

Ambos os descontos podem ser acumulados e são válidos apenas para pagamentos de IPVA antecipados ou em dia, ou seja, conforme o calendário de vencimento por placas.

Nos casos em que o veículo estiver em nome de empresas (pessoa jurídica), o desconto máximo para a quitação até o dia 30 de dezembro será de 6,14%.

Base de cálculo e alíquotas

A frota total de veículos no Rio Grande do Sul é de 6,9 milhões. Desses, 3.762.727 veículos (54%) estão sujeitos à incidência do IPVA e 3.155.128 (46%), isentos (veículos com mais de 20 anos, valor inferior a 4 UPFs, veículo oficial, pessoa com deficiência, táxi, ônibus, transporte escolar e de instituições entre outros).

Para definir o valor do tributo, é utilizado como base de cálculo o preço médio de mercado. Para veículos novos, vale como referência o preço da nota fiscal. Em média, o valor do imposto terá uma redução estimada em 2,4% no ano de 2020 (depreciação da frota).

As alíquotas do IPVA 2020 não tiveram alterações, sendo de 3% para automóveis de passeio e camionetes, 2% para motocicletas e 1% para caminhões, ônibus, micro-ônibus, automóveis e camionetes para locação.

Calendário vai até abril

Os contribuintes que optarem por não pagar o IPVA 2020 antecipadamente (quitação até 30 de dezembro ou parcelamento em três vezes) terão o calendário limite para pagamento no mês de abril, conforme o final da placa dos veículos, com a seguinte ordem:

IPVA2020 final placas

Atraso de pagamento e penalidades

O contribuinte que não pagar o tributo em dia, além de perder os descontos, terá multa de 0,334% ao dia sobre o valor do imposto não pago, até o limite de 20%. Depois de 60 dias em atraso, o débito terá acréscimo de 5% e será inscrito em dívida ativa, com o contribuinte correndo o risco de ter seu nome lançado em serviços de proteção ao crédito, sofrer protesto no cartório da sua cidade e processo de cobrança judicial.

Além disso, caso flagrados nas blitze do imposto, os proprietários em situação irregular poderão arcar com custos de multa, serviços de guincho e depósito do Detran.

Desconto do Bom Motorista

Os descontos para bons motoristas variam conforme o período sem infrações cometidas no trânsito. Para os condutores que não tiveram registro de infrações nos sistemas de informações do Estado no período entre 1º de novembro de 2016 a 31 de outubro de 2019 (três anos), a redução será de 15%. Quem não teve multa depois de 1º de novembro de 2017, recebe desconto de 10% (dois anos) e, depois de 1º de novembro de 2018 (um ano), tem direito a um benefício de 5%.

De toda a frota tributável, 45,8% terão descontos, sendo 921 mil veículos com direito a 15% de redução no tributo por apresentarem três anos sem infrações de trânsito.

Desconto do Bom Cidadão

Também em três faixas, a redução no valor do IPVA pelo Bom Cidadão resulta da participação do contribuinte (pessoa física) no programa da Nota Fiscal Gaúcha (NFG). O desconto máximo de 5% será para quem tiver 150 notas ou mais, de 3% para quem tiver entre 100 a 149 notas e de 1% para o contribuinte entre 51 a 99 documentos fiscais devidamente registrados. Ao todo, 14,7% (552.667) da frota terá direito ao benefício.

IPVA2020 descontos bom motorista bom cidadao

SAIBA MAIS

  • Quem precisa pagar o IPVA 2000
    Todos os proprietários de veículos automotores fabricados a partir do ano 2000.
  • Como pagar
    Para quitar o imposto, o proprietário deverá apresentar o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). Junto com o IPVA, é possível pagar taxa de licenciamento e multas de trânsito.
  • Onde pagar
    A partir de 17 de dezembro, no Banrisul, Bradesco, Santander, Sicredi, Caixa (somente em lotéricas) e Banco do Brasil (somente para clientes).

 

Alíquotas do IPVA 

3% Automóveis e camionetes
2% Motocicletas
1% Caminhões, ônibus, micro-ônibus e automóveis e camionetes para locação



Veículos em circulação

Frota Unidades Proporção
Total no RS 6.917.855  100%
Pagante de IPVA 3.762.727  54%
Isenta de IPVA 3.155.128 46%

 

Consultas e dúvidas

– Para auxiliar os contribuintes, a Secretaria Fazenda mantém um site específico sobre o imposto:  www.ipva.rs.gov.br

É possível consultar todos os dados relativos aos veículos, como multas, valores a pagar e pendências.

IPVA2020 tela site
Site é acessado em www.ipva.rs.gov.br - Foto: Reprodução

– Além do site, é possível baixar o aplicativo do tributo (IPVA RS) para dispositivos móveis, disponível gratuitamente na App Store e na Google Play.

– A Receita Estadual alerta aos contribuintes que os pagamentos do IPVA 2020 devem ser realizados diretamente nos bancos conveniados e nas agências lotéricas da Caixa, com placa e número do Renavam.

–  Para IPVA de exercícios anteriores (inscritos em dívida ativa), os pagamentos devem ser realizados direta e exclusivamente no Banrisul, Banco do Brasil (somente para correntistas) e Banco Sicredi.

–  Para questões referentes a cadastros de veículos, licenciamentos e multas de trânsito, o contato deve ser feito diretamente com o Detran e CRVAs.

Outras dúvidas podem ser esclarecidas pela internet

Clique aqui e acesse o Canal Dúvidas Frequentes https://www.sefaz.rs.gov.br/Site/MontaDuvidas.aspx?al=l_ipva_duvidas

Plantão Fiscal Virtual: ferramenta online disponível no site da Receita Estadual www.sefaz.rs.gov.br/Site/FaleConosco.aspx

Informações via e-mail ou SMS

A partir do IPVA 2020, a Receita Estadual e o DetranRS vão utilizar a mesma base de dados para cadastramento dos cidadãos que desejam receber informações sobre o tributo via e-mail e celular.

Para se cadastrar, basta acessar o site do Detran-RS, clicar na opção “Entre ou Cadastre-se” e autorizar o envio de mensagens por e-mail e SMS.

O cadastramento dos e-mails também pode ser feito nos sites do IPVA (www.ipva.rs.gov.br) e da Receita Estadual (www.receita.fazenda.rs.gov.br).


Previsão de arrecadação do IPVA por município

A Receita Estadual também divulgou a previsão de arrecadação bruta por município do IPVA 2020 (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). Na relação constam veículos já emplacados, sem considerar os novos cujo imposto é calculado pelo valor constante da Nota Fiscal.

Clique aqui e veja a lista por município.

Clique aqui e confira mais informações sobre o IPVA 2020

Clique aqui e acesse um resumo sobre o IPVA 2020.

Texto: Ascom Sefaz
Edição: Secom 

 

 

Quem pretende viajar nas próximas férias e escolheu como destino Santana do Livramento, na fronteira gaúcha, pode aproveitar os pacotes de hospedagem para dois novos hotéis conveniados do Sesc/RS no município. O Hotel Emirates e o Hotel Verde Plaza foram incluídos na Temporada de Verão e oferecem condições de pagamentos facilitadas para quem possui o Cartão Sesc/Senac nas categorias Comércio e Serviços, Empresários ou Público em Geral em reservas feitas entre 1º de dezembro de 2019 a 3 de abril de 2020.

A unidades de todo o Estado também estão comercializando pacotes com descontos para os hotéis do Sesc em Gramado, Torres e Porto Alegre e estabelecimentos conveniados em todo o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A lista de hotéis próprios e conveniados pode ser consultada no site www.sesc-rs.com.br/temporadadeferias/verao, bem como a disponibilidade de vagas dos Hotéis Sesc Torres e Sesc Gramado (exclusiva para clientes do RS).

Sobre o Sesc/RS – Com sete décadas de atuação no Brasil e no Rio Grande do Sul, a Instituição pertencente ao Sistema Fecomércio-RS realiza ações em 100% dos municípios gaúchos, promovendo o bem-estar social de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e de toda a comunidade. O propósito do Sesc/RS é o de cuidar, emocionar e fazer pessoas felizes, e todas as 497 cidades gaúchas recebem atividades sistemáticas em áreas como a saúde, esporte, lazer, cultura, cidadania, turismo e educação. Atualmente, a estrutura da Instituição conta com 70 Unidades. Saiba mais em www.sesc-rs.com.br. 

Segue até 30 de dezembro em todo o Brasil a campanha nacional #EuValorizo

Os brasileiros que ainda não participaram da campanha #EuValorizo têm até o dia 30 de dezembro para apoiar o movimento. O abaixo-assinado foi prorrogado e tem o objetivo respaldar, apoiar e fortalecer a atuação do Serviço Social do Comércio (Sesc), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) em todo o Brasil, e de todo Sistema Comércio, composto pela Confederação Nacional do Comércio – CNC, Federações, Sindicatos, Sesc e Senac.

O Sistema Comércio faz parte da vida de milhões de brasileiros, seja na oferta de cursos profissionalizantes, nas atrações culturais ou no acesso a ações de saúde e qualidade de vida e na defesa e representação dos empresários com Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Ao assinar o documento, cada brasileiro ajuda a garantir a continuidade de um trabalho que valoriza os trabalhadores do comércio e suas famílias.

petição pública está disponível em todas as Unidades Sesc e Senac, no site da Fecomércio-RS (www.fecomercio-rs.org.br) e também pode ser acessada diretamente pelo link www.valorizaobrasil.com.br/#euapoio.

 

Novos hotéis conveniados em Santana do Livramento

Hotel Emirates
Endereço: Rua Pref. Hugolino Andrade, 474
Telefone: (55) 3242-5000

 

Hotel Verde Plaza
Endereço: R. Manduca Rodrigues, 747
Telefone: (55) 3242-9300

A seleção brasileira feminina de handebol encerrou, nesta segunda (9), sua participação no Mundial da modalidade com uma vitória de 22 a 18 sobre Senegal.

Com este triunfo, obtido no Ginásio da Prefeitura de Kumamoto (Japão), o Brasil terminou a competição na 17ª posição.

Na primeira fase da competição, a seleção brasileira terminou na quinta posição de seu grupo após três derrotas, um empate e uma vitória.

Com isso, acabou indo para a President’s Cup, que define do 17° ao 20° colocado. Nesta disputa o Brasil conseguiu duas vitórias.

Edição: Fábio Lisboa
 
Por Agência Brasil
 
 
Japan 2019 | Highlights BRA Vs SEN | © JHA/Yukihito Taguchi

Um total de 700.221 contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), divulgou hoje (9) a Receita Federal. Isso equivale a 2,13% das 32.931.145 declarações recebidas pelo Fisco neste ano.

Caso não tenha aparecido no sétimo e último lote de restituições, cuja consulta foi aberta hoje (9), nem tenha sido contemplado nos lotes anteriores, o contribuinte teve a declaração retida pela Receita e deverá regularizar a situação.

Somente com a retificação das informações e correção das pendências, o contribuinte que caiu na malha fina terá a restituição liberada. Neste ano, segundo o Fisco, 74,9% das declarações retidas têm imposto a restituir, 22,4% têm imposto a pagar e 2,7% têm saldo zero.

Os principais motivos para a retenção na malha fina, informou a Receita, foram a omissão de rendimentos do titular ou seus dependentes (35,6% dos casos); inconsistência na dedução de despesas médicas (25,1%); divergências entre o Imposto de Renda Retido na Fonte informado na declaração e o informado pela fonte pagadora (23,5%); e problemas na dedução de previdência oficial ou privada, dependentes, pensão alimentícia e outras (12,5%).

Para retificar a situação com o Fisco, o contribuinte deverá consultar o extrato do processamento da declaração no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) da Receita Federal para verificar a inconsistência. Ele deverá informar o código de acesso ou informar o certificado digital para entrar na página. Para gerar é preciso ter os números dos recibos das duas últimas declarações entregues.

Depois de constatar o problema, o contribuinte deve fazer a declaração retificadora, por meio do mesmo programa usado para enviar a declaração original. O programa pode ser baixado na página da Receita na internet.

Edição: Fábio Massalli
 
Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil 
 
 
Marcello Casal JrAgência Brasi

As taxas médias de juros do cheque especial e do empréstimo pessoal terminaram 2019 menores que as do início do ano, de acordo com levantamento feito pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor da Fundação Procon de São Paulo. O levantamento envolveu seis instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander. 

De acordo com a análise, a média dos juros para o cheque especial iniciou o ano em 13,44% ao mês (a.m.) e terminou em 12,57% ao mês, registrando variação negativa de 6,47%. O banco que apresentou a maior taxa média anual de cheque especial foi o Santander, com 14,94% a.m.; a menor taxa média anual foi a da Caixa Econômica Federal, com 11,98% a.m.; diferença de 2,96 pontos percentuais, representando variação de 24,71%.

A taxa média do cheque especial em 2019 foi de 13,17% a.m., indicando decréscimo de 0,09 ponto percentual em relação à taxa média de 2018, que foi 13,26% a.m. 

No empréstimo pessoal, a taxa média em 2019 foi  6,24% a.m., indicando decréscimo de 0,03 ponto percentual em relação à taxa média de 2018, que era de 6,27% a.m.

O ano iniciou com taxa média de 6,28% e finalizou com 6,19% a.m., registrando variação negativa de 1,43%. O banco que apresentou a maior taxa média anual de empréstimo pessoal foi o Santander, com 7,89% a.m.; a menor taxa média anual foi a da Caixa Econômica Federal, com 4,87% a.m.; uma diferença de 3,02 pontos percentuais, representando variação de 62,01%.

Edição: Fábio Massalli
 
Por Agência Brasil

Iniciou nesta segunda-feira (9), a apresentação presencial no Exercício de Apresentação da Reserva (EXAR) 2019. A apresentação é destinada a quem serviu ao Exército nos últimos cinco anos e pode ser feita também pela internet, através do site http://www.exarnet.eb.mil.br/

A atualização de dados deve ser feita pela internet nos quatro primeiros anos após ter servido. No 5º ano, a apresentação deve ser realizada pessoalmente até o dia 16 de dezembro, na Junta Militar do Município, localizada no prédio da Prefeitura Municipal, com entrada pela rua Duque de Caxias.

Foto: Assessoria de Comunicação Social || Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Está chegando a hora da grande festa do futebol brasileiro. Na próxima segunda-feira, as grandes estrelas do nosso esporte mais amado se encontrarão no Prêmio Brasileirão 2019. A cerimônia reunirá craques da Série A e do Feminino A-1, na Zona Portuária do Rio de Janeiro. O evento será no Píer Mauá (Armazém 2), na Avenida Rodrigues Alves, 4.

A festa contará com prêmios individuais para os destaques das duas competições. Pela primeira vez, atletas do futebol masculino e feminino terão o mesmo número de prêmios em disputa. Eis as categorias:

Melhor goleiro
Melhor lateral-direito
Melhor zagueiro
Melhor zagueiro
Melhor lateral-esquerdo
Melhor volante
Melhor volante
Melhor meio-campista
Melhor meio-campista
Melhor atacante
Melhor atacante
Melhor técnico
Craque do Brasileirão
Craque da Galera
Revelação
Gol mais bonito

Os portões serão abertos às 18h30 para a premiação, que já se tornou uma tradição no calendário do futebol brasileiro. Antes do início, os convidados poderão curtir um show do sambista Dudu Nobre. A cerimônia está marcada para começar às 20h30. A celebração marca o fim de uma temporada memorável do nosso futebol. 

- O Prêmio Brasileirão celebra de maneira brilhante a temporada de competições no País do Futebol. Vamos festejar os melhores de 2019 no feminino e no masculino, homenageando quem fez a festa do torcedor brasileiro. Estamos levando o evento a um novo patamar e receberemos os convidados e a imprensa em um ambiente fantástico - afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

O credenciamento da imprensa já está aberto e pode ser solicitado via email, com nome do profissional e veículo em Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fonte: https://www.cbf.com.br/

Foto: Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Treze universidades de diversos países, incluindo o Brasil, participam hoje (8) e amanhã (9) da reunião da Aliança Global de Universidades sobre o Clima (GAUC, do nome em inglês), em Madri, dentro da 25º Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre as Mudanças Climáticas (COP 25).

O objetivo do encontro é conhecer as tecnologias que cada país tem disponíveis e que podem contribuir para reduzir as emissões de gás carbônico na atmosfera, disse à Agência Brasil a professora Suzana Kahn,vice-diretora do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ). Segundo a professora, com isso, pode-se ver como a tecnologia pode limitar o aquecimento global a 1,5°C, nos próximos anos.

A UFRJ é a única instituição latino-americana que integra a GAUC. A associação é liderada, atualmente, pela Universidade de Tsinghua, situada na China, que é parceira da Coppe no Centro China-Brasil de Mudança Climática e Tecnologias Inovadoras para Energia.

Projeto único

“A ideia é fazer um grande projeto único tecnológico das universidades ao redor do mundo para reduzir as emissões, para apresentar em janeiro na reunião do Fórum Econômico Mundial”, informou Suzana Kahn. De acordo com a professora, o projeto global será mostrado para investidores que possam contribuir para a concretização de uma proposta única.

O encontro, que começa neste domingo, vai desenhar o escopo desse projeto. Cada universidade contribuirá com suas próprias tecnologias, disse Suzana, que é também presidente do Comitê Científico do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas (PBMC) e coordenadora executiva do Fundo Verde da UFRJ.

Em 2007, ela integrou o grupo de cientistas do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), que recebeu o Prêmio Nobel da Paz pela dedicação a estudos sobre mudanças do clima e o aquecimento global.

Edição: Nádia Franco
 
Por Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil 
Página 1 de 385
Topo