Gisnei

Gisnei

Os principais tenistas do mundo estão em ação atualmente nas quadras de Roland Garros, o segundo Grand Slam da temporada. Depois, entre junho e julho, disputarão o torneio de Wimbledon, mas os Jogos Olímpicos Rio 2016, em agosto, já estão no radar. “Temos os melhores jogadores do mundo participando do que muitos veem como o quinto Grand Slam" Novak Djokovic à Reuters na terça-feira, após vencer Lu Yen-hsun, de Taipei, no Grand Slam francês O atual número um do mundo, que busca no Rio de Janeiro sua primeira medalha de ouro, defende inclusive que o torneio Olímpico de tênis passe a contar pontos para o ranking da ATP. "Não vejo razão para não termos. Eu certamente incentivaria as pessoas a repensarem a contagem de pontos lá", acrescentou. Murray x Djokovic pelo ouro no Rio 2016: amigos, amigos... ouro olímpico à parte Para atingir o sonhado ouro, Djokovic terá que superar seus maiores rivais. Um deles, Roger Federer, deve chegar forte ao Brasil. Após disputar 65 torneios majors seguidos desde 1999, ele interrompeu a série ao anunciar que não jogaria em Roland Garros. “Ainda não estou 100% e entendo que seria um risco desnecessário jogar neste evento (Roland Garrros) antes de estar realmente pronto”, disse o tenista em comunicado publicado em seus perfis nas redes sociais.
O jornalista Ravi Ubha, da CNN, atrela a decisão do suíço à disputa pelo ouro Olímpico. “Talvez ele esteja de olho na quadra de grama (de Wimbledon) e nos Jogos Olímpicos do Rio, em agosto”, disse ele, lembrando que Federer deve disputar o torneio masculino de simples e as duplas mistas com Martina Hingis. Antes disso, o suíço disputará a Rogers Cup, em Toronto, torneio em quadra dura como os Jogos Rio 2016. Roger Federer: "Jogar no Rio 2016 seria maravilhoso" Medalhista de ouro nas duplas nos Jogos Pequim 2008, ao lado de Stanislas Wawrinka, Federer ainda persegue o ouro olímpico em simples, que escapou ao perder a final para Andy Murray em Londres 2012. E os Jogos Rio 2016 estão na agenda do suíço desde o ano passado, quando anunciou os torneios que disputaria em 2016:
Nadal e Murray buscam o bi Diferente de Federer e Djokovic, Rafael Nadal e Andy Murray já têm a medalha de ouro no torneio de simples e virão ao Brasil em busca do inédito bicampeonato Olímpico. O espanhol, campeão em Pequim 2008, foi inclusive escolhido para carregar a bandeira de seu país na cerimônia de abertura e celebrou a escolha no Twitter.
Já Murray, que ganhou sua medalha de ouro em Londres 2012, tenta conquistar o bicampeonato Olímpico seguido. “Os Jogos Olímpicos são, de longe, a maior competição esportiva do mundo. Eu já estive na cerimônia de abertura, os melhores atletas do mundo estão todos lá. Não tem como comparar. Estou mesmo ansioso pelo Rio”, disse ele em janeiro deste ano.

Fonte: www.rio2016.com

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) vai oferecer 56.422 vagas em 65 instituições públicas de ensino superior para o segundo semestre deste ano. As inscrições poderão ser feitas de segunda-feira (30) até o dia 2 de junho na internet, no site do Sisu. As vagas já estão disponíveis para consulta.

O número de vagas aumentou 1,5% em relação às cerca de 55,6 mil ofertadas no segundo semestre do ano passado. Podem participar do Sisu os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 e não tiraram zero na redação.

Vagas remanescentes

Segundo a secretária executiva do Ministério da Educação (MEC), Maria Helena Guimarães de Castro, atualmente há mais de 1 milhão de vagas remanescentes de processos anteriores do Sisu. O ex-ministro da Educação Aloizio Mercadante havia anunciado a criação do Sisu das vagas remanescentes para ocupar pelo menos 150 mil vagas ociosas nas redes federal e estadual de ensino superior.

Perguntada se a pasta manterá a proposta, Maria Helena disse que a questão está sob análise. De acordo com a ministra, cerca de 110 mil dessas vagas foram ocupadas no remanejamento.

"O que faremos é analisar quais são as áreas em que é possível abrir o remanejamento de vagas. O Brasil é um dos mais atrasados do mundo em relação a remanejamento de vagas no ensino superior", afirmou Maria Helena. "O ministro anterior abriu esse sistema apenas para a área de formação de professores. Pode ser que não seja suficiente para absorver as vagas existentes. O que vamos analisar é como podemos otimizar", acrescentou.

Edição: Nádia Franco
Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou nesta quarta-feira (25), a Operação Corpus Christi que segue até meia-noite de domingo, (29), intensificando o policiamento e a fiscalização nas rodovias federais. A operação para este feriado prolongado está focada nas ações do Maio Amarelo, que busca sensibilizar a sociedade para um trânsito mais seguro.

Ao todo, 10.400 policiais rodoviários federais estarão em atuação nas estradas do país, com auxílio de helicópteros, carros-guincho e de recolhimento de animais, além do etilômetro para medir a concentração de álcool no organismo.

Maio Amarelo

Em maio de 2011, a ONU estabeleceu a Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020, em que os países têm a missão de reduzir em 50% o número de fatalidades no trânsito mundial. A PRF é apoiadora do Maio Amarelo, movimento internacional que em três anos de existência já está presente em 23 países. Desde o início do mês, diversas ações têm sido promovidas, focadas no uso de cinto de segurança e capacete e no combate ao excesso de velocidade e embriaguez ao volante.

Os agentes rodoviários federais também vão atuar com rigor nas ações contra os motoristas que bebem e pegam a estrada. A mistura de álcool e direção é uma das maiores causas de acidentes de trânsito com vítimas gravemente feridas. As equipes da PRF que atuarão durante todo o feriado estarão equipadas com etilômetros, equipamentos utilizados para medir a concentração de álcool no organismo através da análise do ar expelido pelos pulmões. Após captar o ar alveolar, o etilômetro executa um processo eletroquímico que possibilita a leitura da quantidade de álcool no organismo do condutor.

Caso o valor apontado pelo equipamento, descontada a margem de erro de 0,04 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar), esteja entre 0,01 a 0,29mg/L, fica caracterizada a infração de trânsito, punida com multa de R$ 1.915,40, suspensão do direito de dirigir por 12 meses e o veículo somente estará liberado após a apresentação de outro condutor devidamente habilitado e que prove estar sóbrio para conduzi-lo.

Se o teste apontar um resultado de 0,30 mg/L ou mais, além da infração o condutor também comete o crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro, com pena que pode chegar a três anos de detenção. Caso o condutor se recuse a submeter-se ao teste, ele será multado em R$1.915,40, terá seu direito de dirigir suspenso e precisará providenciar outro condutor para conduzir seu veículo. E se tiver visíveis sinais e sintomas de embriaguez, será preso e encaminhado para a polícia judiciária.

Edição: Jorge Wamburg
Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil

No dia 7 de maio teve início a Copa de Clubes Campeões do Interior do Uruguay, mais conhecida como Copa El País onde, diferente dos anos anteriores, os clubes foram divididos em duas competições: a ‘Divisional A’ e ‘Divisional B’.

Nesta Copa, a Fronteira – em especial Livramento - está muito bem representada pelo futebol e pela arbitragem. O representante do futebol é a equipe do Colina (atuando na Divisional B) e na arbitragem é o santanense Ciro Camargo, que possui uma vasta experiência no ramo, tendo já participado de outras competições, além de ter trabalhado oito anos como assistente de árbitro em diversas categorias.

Experiência do árbitro santanense

Além disso, Ciro também participou da Semifinal da Copa El País em 2013 e, recentemente, esteve como quarto árbitro na final do campeonato que se encerrou em abril. Também foi escalado, neste mês, pelo Colégio de Árbitros da OFI (Organização de futebol do interior do

Uruguay) e atuou como 1º assistente no jogo entre Wanderers da Cidade de Artigas contra Universitários de Salto, pela divisional A.

No sábado (14), o árbitro santanense foi escalado para arbitrar um jogo da divisional B em Passo de Los Toros, além de trabalhar nos campeonatos locais em Rivera e na liga independente no campeonato Sub 45.

Ciro, também é o presidente da Associação de Árbitros de Rivera e destacou à reportagem que “está muito contente com as suas atuações, pelas boas notas que tem recebido pelos delegados responsáveis por avaliar os jogos e pelas ações desenvolvidas pela Associação”.

Fotos: William Darlan

Assessor de Imprensa da AAR

Após a importante vitória sobre o São Paulo, obtida no final de semana, o Internacional agora direciona seu foco para a próxima decisão pelo Campeonato Brasileiro. Na manhã desta terça-feira (24/05), o grupo de jogadores se reapresentou, no CT do Parque Gigante, para o primeiro trabalho visando ao duelo contra o Sport.

Em um primeiro momento, todos participaram de um treinamento técnico de posse de bola. Depois disso, somente os jogadores que não atuaram no Morumbi permaneceram no gramado. Eles foram orientados em uma atividade de ataque contra defesa e um exercício de finalizações. A equipe volta a treinar nesta quarta, às 9h30.

Depois do treinamento, o goleiro Danilo Fernandes concedeu entrevista coletiva no CT e projetou o confronto contra o seu antigo clube: "Foi uma estreia bacana, mas já passou. Agora é jogar contra o ex-time, mas cada um defenderá o seu. Será um jogo complicado e temos que fazer de tudo para sair vitorioso", comentou o camisa 1.

O Colorado encara o Sport, na quinta-feira, às 16, pela 3ª rodada do Campeonato Basileiro. 

Fonte: www.internacional.com.br

A suposta associação entre o uso prolongado de sapatos de salto alto e queixas vasculares, tais como edemas (inchaços), dores ou o aparecimento de varizes é antiga e frequentemente volta a ser motivo de questionamentos por parte das mulheres. 

Primeiramente, é necessário apresentar dois fatos para que se possa entender por que o uso de sapatos de salto alto poderia interferir na circulação das veias das pernas: 

Fato 1: A contração dos músculos das pernas, particularmente os das panturrilhas, é o principal mecanismo responsável por deslocar o sangue das pernas para as veias maiores do abdome, e daí de volta ao coração. 

Fato 2: O salto alto modifica o caminhar de suas usuárias, fazendo com que a musculatura das panturrilhas seja menos utilizada, o que certamente resulta em congestionamento do sangue nas veias da perna e aumento focal da pressão sanguínea nestas veias. 

Dito isto, fica mais fácil compreender por que os sapatos de salto alto interferem na fisiologia da caminhada e da circulação. Além dos efeitos circulatórios, ao andar com saltos a mulher altera os grupos musculares normalmente requisitados, diminuindo a atividade dos músculos das pernas e aumentando-a nos músculos das coxas. Ainda o centro de gravidade do corpo fica alterado, podendo influenciar na postura. Algumas pacientes que usam salto continuamente chegam a apresentar encurtamento dos tendões de Aquiles (localizados nos calcanhares). 

Um estudo realizado na Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto pesquisou o impacto do uso de sapatos de salto (salto agulha e plataforma) da circulação de voluntárias jovens e evidenciou que nestes casos o sangue apresentava maior tendência a se acumular nas veias das pernas, o que em longo prazo poderia repercutir na saúde destes vasos. O efeito também ocorre em saltos menores, mas com menor intensidade. 

Apesar das evidências científicas, até hoje não se comprovou de forma definitiva que mulheres que usam sapatos de salto alto apresentem maior incidência de varizes de membros inferiores que as que utilizam sapatos baixos. É importante lembrar que as doenças venosas das pernas são de caráter multifatorial, isto é, causadas por diversas variáveis, tais como fatores genéticos, tipo de ocupação profissional e outros. 

Naturalmente, mulheres que usam o salto ocasionalmente estão menos expostas a problemas do que aquelas que, por opção pessoal ou necessidade profissional e/ou social, usam o salto diariamente por longos períodos. 

Uma forma de amenizar o impacto circulatório do uso do salto é realizar exercícios físicos simples, que podem inclusive ser feitos no trabalho, de maneira discreta. Movimentos de flexão e extensão dos pés (feitos na posição sentada, como se estivesse pisando intermitentemente no pedal do acelerador do carro) utilizam a musculatura das panturrilhas e, assim, melhoram o retorno do sangue para o coração. O uso de meias elásticas, desde que devidamente orientado por um cirurgião vascular, também pode aliviar sintomas em algumas pacientes.

 
Dr. Ivan Benaduce Casella
CIRURGIA VASCULAR - CRM 84230/SP
Fonte: www.minhavida.com.br
A Prefeitura Municipal convida a todos para a 2ª Feira Agroecológica, que acontece nesta quarta-feira (25), na Praça General Osório e contará com alimentos orgânicos, produtos das agroindústrias familiares, oficinas de sucos naturais, artesanato, mudas de hortaliças, entre outras atrações.
 
Durante a Feira, haverá distribuição de mudas pela Secretaria Municipal de Agricultura e UERGS, além do incentivo à produção de hortas urbanas, realizado pela UERGS, COPTEC E EMATER.
 
 
Para a Secretária interina da Agricultura, Silvia Carambula, “a Feira é de grande importância para valorizar a alimentação saudável, sem a utilização de agrotóxicos, buscando, assim, incentivar a melhor qualidade de vida através da produção e alimentação saudável e consciente”, frisou.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação Social

O presidente interino Michel Temer alterou artigos do Código de Trânsito Brasileiro tonando obrigatório o uso de farol baixo em rodovias durante o dia.

A lei com as alterações foi publicada nesta terça-feira (23) no Diário Oficial da União.

Manter os faróis acesos em luz baixa durante o dia já era medida obrigatória a ônibus, ao circularem em faixas próprias, e às motos.

O condutor que não mantiver o farol baixo ligado em rodovias cometerá infração média, poderá ser autuado e receber quatro pontos na habilitação, além de multa de R$ 85,13.

Edição: Talita Cavalcante
Página 358 de 402
Topo