Items filtered by date: Abril 2016 - TV Cidade 10

Quem usa internet pelo celular já está acostumado com o aviso sobre a redução da velocidade quando o limite do pacote de dados é atingido. Agora, a medida pode atingir também a internet fixa - aquela usada pelos usuários em casa ou no trabalho. Uma prática de mercado que começou a ser utilizada este ano passou a limitar a níveis menores do que antes o tamanho do pacote de dados dos usuários de telefonia fixa, da mesma forma como já acontecia com a telefonia móvel. Esse "tamanho" é a chamada franquia de dados.

Funciona da seguinte forma: com a franquia menor, o pacote de internet poderia terminar depois que usuário assistisse a cerca de 10 vídeos no Youtube ou 10 episódios de alguma série em um serviço de streaming, como o Netflix. Depois que o consumidor atinge o limite da franquia, a internet é cortada ou diminui drasticamente sua velocidade até o mês seguinte.

Associações de defesa do consumidor manifestaram-se contra a prática, que gerou reações também de organizações da sociedade civil, além de campanhas nas redes sociais. Uma petição online no site da Avaaz contra o limite na franquia de dados da banda larga fixa já está próxima de alcançar 700 mil assinaturas e a página do Movimento Internet Sem Limites já alcançou mais de 260 mil seguidores em sua página do Facebook.

De acordo com o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), o novo modelo de pacote de dados tem sido adotado principalmente pela Vivo, mas o temor é que ela seja seguida por outras operadoras.

"As principais empresas do setor de telecomunicações e banda larga passaram a criar novos pacotes, novos planos para os seus usuários, com franquias de dados muito menores, especialmente a Vivo", informou Rafael Zanatta, pesquisador em telecomunicações do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), em entrevista ao programa Ponto Com Ponto Br, da Rádio Nacional de Brasília!, produzido em parceria com a equipe do Portal EBC. Questionada, a operadora informou, em nota, que "a franquia de consumo de dados de internet fixa já é praticada hoje por alguns dos principais players de banda larga fixa".

O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) informou que não se pronunciaria sobre a mudança, já que dizia respeito a empresas específicas e não a decisões do setor.

A Vivo afirmou que os usuários ADSL (antigo Speedy) que comprarem o pacote até o dia 4 de fevereiro deste ano terão seus contratos mantidos e aqueles que adquiriram o plano a partir do dia 5 do mesmo mês estão sujeitos ao novo contrato. Já para os usuários GVT e Vivo fibra, os contratos serão mantidos para quem aderiu até o dia 1° de fevereiro deste ano. Para quem está sujeito ao novo contrato a empresa promete a manutenção do serviço de internet sem bloqueio, mesmo após o término da franquia de dados contratada em condição promociaonal até o dia até 31 de dezembro.
"À medida em que isto vier a ocorrer no futuro, a empresa fará um trabalho prévio educativo, por meio de ferramentas adequadas, para que o cliente possa aferir o seu consumo", diz a nota.

O Idec alerta que as empresas têm adotado uma estratégia para modificar contratos em andamento oferecendo ao usuário mais velocidade na internet pelo mesmo preço da assinatura, mas reduzindo a franquia. "O fato de as empresas modificarem seus contratos sem apresentarem uma justificativa técnica de porque elas precisam reduzir essas franquias implica em violação do código de defesa do consumidor", afirmou Zanatta.

Defesa do consumidor

Nesta semana, o Idec deve lançar uma campanha para alertar sobre os riscos que a redução da franquia representa para os usuários de internet. O Instituto manifestou a preocupação ao Ministério da Justiça, em fevereiro, durante uma reunião do grupo de trabalho sobre comunicações da Secretaria Nacional do Consumidor.

"Tem que fazer uma pressão muito grande em cima das empresas para que elas justifiquem esses novos contratos terem franquias tão baixas e pressionar também os orgãos de proteção dos direitos do consumidor, além da Anatel", disse o pesquisador.

Marco Civil da Internet

Desde 2014, o Marco Civil é a legislação que disciplina o uso da internet no Brasil. Para o pesquisa do do Idec, a redução da franquia de internet fixa está em desacordo com pelo menos dois pontos da legislação. Um deles assegura ao usuário "o direito de não suspensão da internet a não ser por débito decorrente da utilização".

O outro é o conceito da neutralidade da rede. Isso significa que os prestadores de serviço de conexão à internet não podem ter conhecimento sobre o tipo de dado utilizado pelo usuário, nem pode privilegiar um tipo de dado em detrimento de outro. Ainda é proibido cobrar de modo diferenciado pelo tipo de consumo feito.

"Eles querem criar excessões para a regra de neutralidade de rede para oferecer serviços que não vão computar dados, não vão ter franquia de dados. O que está por trás dessa mudança é uma estratégia muito agressiva de segmentar os consumidores por capacidade de compra, de prejudicar os consumidores que fazem compra por serviço de aplicações, que consomem bastante dado", afirmou o Rafael Zanatta.

Edição: Maria Claudia

Leandro Melito e Amanda Cieglinski Fonte – Do Portal EBC

Published in Variedades
A Prefeitura Municipal, através da equipe da Vigilância Epidemiológica da Secretaria  Municipal de Saúde, informa que na próxima segunda-feira (18), inicia a Campanha de Vacinação contra a gripe H1N1.
A vacina será disponibilizada em todas as Unidades Básicas de Saúde e está destinada ao grupo de risco, composto por crianças maiores de 6 meses até 5 anos, idosos acima de 60 anos, pessoas com doenças crônicas, gestantes e profissionais da saúde. “No momento da vacinação, deve ser apresentado um documento e as pessoas com doenças crônicas devem levar comprovante com identificação médica”, destacou a Secretária da Pasta, Natália Ivone Steinbrenner.
 
 
Assessoria de Comunicação Social
Published in Cidade

Volante santanense vence processo contra gigante o mundo os games

O direito de imagem de um atleta profissional, especialmente nos dias atuais, onde o apelo popular do esporte aliada a presença de grandes marcas associadas à modalidade é uma das principais fontes de receita. A violação destes direitos é um crime previsto em lei em vários países, com duras penas aos clubes e instituições que se apropriam indevidamente da imagem de um atleta para comercialização de produtos.

Este foi a infração cometida por uma gigante americana dos games e que acabou envolvendo um santanense, o volante Ygor Maciel Santiago, atualmente jogando pelo Náutico. A E.A. Sports Electronic Arts Ltda, terceira maior potencia dos games esportivos no mundo, utilizou sem autorização a imagem do jogador santanense em um de seus games de futebol. Amparado pela lei, o atleta moveu um processo contra a empresa e ganhou em primeira instância. A E.A. Sports Electronic Arts Ltda, que produz as franquias Fifa Soccer e Fifa Manager. O atleta foi indenizado em R$ 50 mil por uso não autorizado de sua imagem nos jogos eletrônicos.

A Electronic Arts ainda deverá entrar com recurso para tentar reverter à decisão. A defesa do jogador, por sua vez, também entrará com recurso para aumentar o valor da indenização, já que o valor pleiteado inicialmente era de R$ 200 mil.

Já passam de 50 os jogadores de futebol que estão processando na Justiça brasileira a Electronic Arts, mas a sentença favorável a Ygor foi a primeira decisão da Justiça em casos do tipo - o que abre um importante precedente para os demais. A empresa de games afirma, em sua defesa, ter contratos com a Fifpro (Federação Internacional de Futebolistas Profissionais) que asseguram a cessão do direito de imagem de jogadores de diversos países, incluindo do Brasil, pelo período de novembro de 2003 a dezembro de 2015. A vitória do atleta santanense abre um precedente positivo para outros atletas que estão processando esta e outras empresas e traz a discussão sobre a preservação da imagem das pessoas públicas numa período de banalização privacidade alheia.

www.tvcidade10.com.br

Published in Esportes
Quarta, 13 Abril 2016 23:45

Mago: Aprendiz

''Um dos 100 melhores livros de todos os tempos.'' BBC

''Uma fantasia épica repleta de ação eletrizante e heróis inesquecíveis.'' The Washington Post

Na fronteira do Reino das Ilhas existe uma vila tranquila chamada Crydee. É lá que vive Pug, um órfão franzino que sonha ser um guerreiro Destemido a serviço do rei. Mas a vida dá voltas e Pug acaba se tornando aprendiz do misterioso mago Kulgan. Nesse dia, o destino de dois mundos se altera para sempre.

Com sua coragem, Pug conquista um lugar na corte e no coração de uma princesa, mas subitamente a paz do reino é desfeita por misteriosos inimigos que devastam cidade após cidade. Ele, então, é arrastado para o conflito e, sem saber, inicia uma odisseia pelo desconhecido: terá de dominar os poderes inimagináveis de uma nova e estranha forma de magia ou morrer.

Dividida em quatro livros, A Saga do Mago é uma aventura sem igual, uma viagem por reinos distantes e ilhas misteriosas, onde conhecemos culturas exóticas, aprendemos a amar e descobrimos o verdadeiro valor da amizade. E, no fim, tudo será decidido na derradeira batalha entre as forças da Ordem e do Caos.

Fantasia / Ficção

Raymond E. Feist

Feist é um dos nomes mais importantes da história da literatura fantástica. Nasceu no Sul da Califórnia e, atualmente, vive em San Diego. Foi também em
San Diego que se formou,
com honras, em Ciências da Comunicação em 1977.
Tendo sido traduzido em
mais de trinta países, Mago
foi o seu primeiro livro e serve de base para uma vasta obra que tem conquistado, ao
longo dos anos, as listas de bestsellers do New York Times e do Times of London.
Quando não está escrevendo, Raymond E. Feist é um colecionador de DVDs, estudioso da história do futebol americano, fã de ilustração e um grande apreciador de bons vinhos.

Fonte: www.skoob.com.br

 


Ingredientes:

Marinada:

¼ xícara de chá de azeite extra virgem

¼ xícara de chá de suco de limão siciliano

3 ramos de alecrim fresco

Sal e pimenta do reino a gosto

 

Frango:

4 unidades de filé de frango sem pele e sem osso

1 colher de sopa de óleo de canola

 

Creme:

¼ xícara de chá de vinho branco seco

½ xícara de chá de creme de leite fresco

Modo de Preparo:

Limpe o filé de frango. Faça a marinada misturando todos os ingredientes, em seguida mergulhe os filés de frango na marinada e deixe na geladeira, bem tampado para não pegar cheiro, por 1 hora. Pré aqueça o forno a 230°C. Aqueça uma frigideira bem e unte com azeite. Retire o excesso de líquido dos filés. Reserve a marinada. Grelhe os filés de frango em fogo alto até dourar bem dos dois lados. Transfira os filés para uma assadeira e leve ao forno por 8 minutos para finalizar. Na mesma frigideira, coloque o vinho branco e a marinada. Cozinhe até diminuir pela metade a quantidade de líquido. Adicione o creme de leite fresco e ferva por mais 3 minutos. Sirva o molho sobre os filés de frango.

Fonte: http://comsaborperfeito.com/

Published in Gourmet

A temporada de outono da pecuária gaúcha será aberta com mais uma expectativa positiva de manter os preços praticados no período anterior. A avaliação é do leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva. Para o especialista, o bom momento vivido pela atividade nos últimos anos aquece as perspectivas de uma boa comercialização.

Silva afirma que está otimista em relação ao período de vendas, não só na venda de terneiros como também na comercialização do gado de reposição e do boi gordo, onde é percebida uma tendência de alta. "Além disso, as variações climáticas que influenciaram a produção agrícola, especialmente no arroz, que nos trazem uma tendência de diminuição no ímpeto na agricultura, faz com que o produtor passe a pender mais acentuadamente para a pecuária", analisa.

Sobre o que deverá ser destaque na temporada, o diretor da Trajano Silva Remates explica que nos últimos anos as raças britânicas, como Angus e Hereford, e as sintéticas, como Brangus e Braford, tem sido as mais procuradas e deverão manter esta tendência. "Com o incremento da pecuária do centro-oeste, as raças sintéticas, em especial o Brangus e Braford, devem mais demandadas", observa.

Entre os destaques da temporada de outono da pecuária gaúcha está o remate anual da Cabanha Santo Izidro, que ocorrerá no dia 11 de maio no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e vai ofertar mais de 300 reprodutores das raças Angus e Charolês. Um dos grandes diferenciais do leilão será o prazo de um ano para pagamento dos lotes, sem juros e correção monetária em pagamento único.

 

Fonte: Agrolink http://www.agrolink.com.br/
Published in Rural
Quarta, 13 Abril 2016 23:27

RUA CLOVERFIELD, 10

SINOPSE E DETALHES
Não recomendado para menores de 14 anos
Uma jovem (Mary Elizabeth Winstead) sofre um grave acidente de carro e acorda no porão de um desconhecido. O homem (John Goodman) diz ter salvado sua vida de um ataque químico que deixou o mundo inabitável, motivo pelo qual eles devem permanecer protegidos no local. Desconfiada da história, ela tenta descobrir um modo de se libertar — sob o risco de descobrir uma verdade muito mais perigosa do que seguir trancafiada no bunker.

ROTEIRO
Roteirista Josh Campbell
Roteirista Damien Chazelle
Criador da idéia original Josh Campbell
TRILHA SONORA
Compositor Bear McCreary
PRODUÇÃO
Produtor J.J. Abrams
Produtor Executivo Bryan Burk
Produtor Executivo Drew Goddard
Produtor Executivo Matt Reeves
EQUIPE TÉCNICA
Diretor de fotografia Jeff Cutter
Cenografista Ramsey Avery
EMPRESAS ENVOLVIDAS
Produção Bad Robot
Produção Paramount Pictures
Produção Spectrum Effects
Distribuidor brasileiro (Lançamento) PARAMOUNT PICTURES

Published in Cinema

Em um dia de otimismo no mercado financeiro, a moeda norte-americana caiu e a bolsa de valores fechou no maior nível em nove meses. O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (13) vendido a R$ 3,48, com queda de R$ 0,015 (-0,44%). A cotação está no menor valor desde 18 de agosto do ano passado (R$ 3,46) e acumula queda de 11,87% em 2016.

No mercado de ações, o índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, teve a segunda alta seguida e subiu 2,21%, para 53.150 pontos. O indicador fechou no nível mais alto desde 14 de julho de 2015.

As ações da Petrobras, as mais negociadas, subiram mais de 4%. Os papéis ordinários, com direito a voto em assembleia de acionistas, valorizaram-se 4,23%, para R$ 11,83. As ações preferenciais, com preferência na distribuição de dividendos, saltaram 5,32%, para R$ 9,51.

O dólar chegou a iniciar o dia em alta. Na máxima do dia, por volta das 13h, a cotação chegou a R$ 3,56, com valorização de 2%. Durante a tarde, no entanto, a cotação reverteu a tendência. Nos 20 minutos finais de negociação, a moeda passou a ser vendida abaixo de R$ 3,50, até fechar na mínima do dia.

Como nos últimos dias, o Banco Central promoveu leilões de swap cambial reverso, que equivalem à compra de dólares no mercado futuro, para conter a queda da moeda norte-americana. A operação fez a divisa subir no início da sessão, mas o movimento de venda a partir do início da tarde fez a cotação cair.

Além do cenário político, o mercado financeiro foi influenciado por dados positivos vindos da China. Em março, a segunda maior economia do planeta exportou 11,9% a mais que no mesmo mês do ano passado. O crescimento foi o primeiro registrado nesse tipo de comparação desde junho do ano passado.

Nos últimos meses, a desaceleração econômica da China tem provocado impactos no mercado financeiro global. O desaquecimento do país asiático diminui a demanda por commodities (bens primários com cotação internacional), afetando países exportadores de grãos e de minério, como o Brasil.

* Com informações complementares da Agência Lusa

Edição: Fábio Massalli

Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil*

Published in Geral

As cicatrizes costumam apresentar variadas formas, tamanhos e profundidades. Podem surgir a partir de espinhas, cirurgias ou acidentes. Isso porque quando há qualquer tipo de trauma na pele, ela precisa se curar, e então começa o processo de cicatrização - que pode acabar deixando marcas maiores ou menores, dependendo da causa e local do trauma. Quando acontece a cicatrização, cada pele e local podem ficar diferentes, alguns sendo mais bonitos esteticamente e outros até comprometendo a movimentação do local afetado.

"Também é importante entender que todas as cicatrizes têm um período de evolução. Elas necessitam de seis até 24 meses para evoluírem totalmente e podem se tornar menos perceptíveis neste período", explica José Carlos Daher, cirurgião plástico. Segundo ele, mesmo as cicatrizes hipertróficas, as em alto relevo, podem regredir neste tempo. O que não acontece se houver a formação de um queloide, por exemplo, que além de ser em alto relevo tende a coçar e aumentar de tamanho.

Da mesma forma que existem diferentes tipos de cicatrizes, também é possível encontrar diferentes tratamentos para tentar diminuir seus efeitos, começando pelo uso de cremes até cirurgias plásticas. No entanto, é importante saber que as cicatrizes não desaparecem por completo, o objetivo dos tratamentos é deixá-las o menos perceptíveis o possível. Para tanto existem diversas possibilidades, recomendados de acordo com o tipo e local da cicatriz. Por isso, "a avaliação inicial é muito importante para o profissional dizer o que ele acredita que melhor funcionará naquele caso e dar uma expectativa real de como ficará cada cicatriz", defende Joana Tebar Figueira, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Queloide x Cicatriz hipertrófica

O perigo de confundir a cicatriz queloidiana com a hipertrófica está nos riscos do tratamento, por isso é sempre indicado procurar um especialista. Segundo Daher, quando há uma cicatriz em alto relevo, a tendência é removê-la para que a próxima tenha mais qualidade, contudo, fazer este procedimento em um queloide pode ter resultados desastrosos. "Isso porque se ali já tinha uma cicatriz queloidiana, quando ele cortar fará uma ainda maior. Por isso os queloides são tratados de outra forma - o especialista injeta corticoide e outras drogas na cicatriz para ela 'murchar', com isso ela pode regredir completamente, ou ficar ainda um pouco larga. Ai pode ser feita a cirurgia com menos risco - uma vez que o corticoide tem uma duração de 30, 60 ou 90 dias no local injetado - mas tomando o cuidado de não fazer um corte ainda maior", explica o cirurgião.

Veja os principais tratamentos para cicatrizes:

Cremes

O uso dos cremes para o tratamento das cicatrizes estão ligados a hidratação da pele ou para objetivos específicos dentro de outro tratamento - como os que contém ácidos para o clareamento da marca. "Dependendo do tipo de cicatriz, podem ser indicados cremes à base de ácidos como o glicólico, retinoico e salicílico", diz a dermatologista Joana. Também, em alguns casos depois de uma cirurgia, segundo Daher, pode ser recomendado fazer massagens com cremes à base de corticoide. Então, o mais importante é seguir a recomendação do médico responsável pelo seu quadro.

Microagulhamento

Microagulhamento é um tipo de tratamento feito no consultório do dermatologista que costuma acarretar em alguma melhora para todos os tipos de cicatrizes. "Contudo as lesões mais superficiais e recentes têm uma resposta melhor que as mais antigas e maiores. Nele fazemos microperfurações na pele, o que faz com que na hora de cicatrizar haja uma melhora na qualidade do colágeno ali", diz Angélica Pimenta, dermatologista e tricologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Quando a cicatriz é mais recente é possível fazer esse remodelamento do colágeno com mais facilidade. No entanto, alerta Angélica, ele é contraindicado para pessoas que têm predisposição a desenvolver queloides, que apresentam vitiligo ou alguma lesão inflamada próxima ao local, pois há o risco de piora nesta cicatriz.

Peeling mecânico

O peeling mecânico é aquele que não utiliza nenhuma substância química que provoque descamação da pele. Ele é realizado com auxílio de alguns aparelhos específicos, como laser ou nitrogênio líquido, que costumam provocar um leve lixamento na pele. ?Um exemplo é o peeling de cristal. Ele é mais indicado para aquela cicatriz um pouquinho mais elevada, porque ele faz um lixamento da pele, melhorando o seu aspecto, mas não vai ter aquele remodelamento de colágeno para as camadas mais profundas", explica Angélica.

Peeling químico

O peeling químico só funciona para as cicatrizes muito recentes, quando a pele ainda consegue ter uma ação de remodelamento do colágeno, mas a sua ação não é profunda. "De maneira geral, o peeling químico é mais usado para melhorar a coloração das cicatrizes muito escuras - que podem ser extensas ou não. Ele também pode ser usado para outras finalidades com relação ao colágeno, se for um peeling químico profundo como o peeling de fenol usado de maneira bem localizada - por exemplo, uma cicatriz de acne bem pequena ou para o rejuvenescimento facial", diz a dermatologista Angélica. O tempo mínimo de uma cicatriz para que seja possível realizar este procedimento - assim como o microagulhamento e o peeling mecânico - é 30 dias, segundo a especialista.

Tratamentos cirúrgicos

No caso de cicatrizes muito extensas ou profundas, pode ser recomendada uma consulta com o cirurgião plástico. O objetivo deste tratamento é deixar as cicatrizes mais estéticas ou melhor colocadas na região que estão, não é possível - até o momento - remover todas as cicatrizes completamente. "A possibilidade de tirar a cicatriz de uma determinada posição e deixá-la de maneira melhor colocada, com tamanho menor, e de forma que cicatrize melhor são cuidados que a cirurgia plástica tem", diz Daher. A sutura que é utilizada em praticamente todos os procedimentos é a intradermica, ou seja, feita por dentro da pele. Os fios mais comumente utilizados para fazer os pontos, nestes casos, são os absorvíveis (que não precisam ser removidos pois são absorvidos pelo organismo) ou os de nylon monofilamentado - que não é absorvível mas que pode dar menos reações inflamatórias que o outro. Os locais que normalmente cicatrizam melhor, de forma quase imperceptível, segundo Daher, são as pálpebras e a face, no geral; e as piores são as que ficam na região pré-esternal (entre as mamas) e os ombros.

Por: Jéssie Panegassi
Fonte: www.tvcidade10.com.br

 

Published in Variedades
Página 9 de 18
Topo