Gisnei

Gisnei

O governo federal pretende digitalizar mil serviços até o fim do ano que vem. Caso a meta seja alcançada, cerca de 80% dos quase 3 mil serviços públicos prestados pelo Executivo Federal estarão disponíveis por canais eletrônicos, como sites pela internet ou aplicativos para smartphones.

A meta foi apresentada hoje (22) pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, durante o Painel Telebrasil. O evento reúne, em Brasília, autoridades, empresas e analistas para discutir os desafios das telecomunicações no país.

Atualmente, dos 2.897 serviços dos órgãos da administração pública federal, mais de 1.250 estão digitalizados, o que equivale a 42%. Segundo o secretário, a digitalização envolve a simplificação de processos, a melhoria e integração das bases de dados, a automatização de determinados procedimentos (como atendimento ao público) e o treinamento de servidores.

O secretário especial de desburocratização, Paulo Uebel, participa do lançamento do Painel de Viagens,  ferramenta que possibilita o acesso aos dados de viagens realizadas a serviço por empregados públicos.
O secretário especial de desburocratização, Paulo Uebel, espera que 80% dos serviços públicos prestados pelo Executivo estejam disponíveis em canais eletrônicos até o fim de 2020 - Marcelo Camargo/Arquivo Agência Brasil

Uebel apontou que a disponibilização dos serviços na internet faz parte do plano de transformação digital do governo federal. “Temos a questão do digital, de como incorporar nos nossos processos, na formação de servidores e na elaboração de políticas públicas. Isso sintetizamos em um governo digital. O aumento de 1% do governo digital traz ampliação de 0,5% no PIB [Produto Interno Bruto], de 0,13% no IDH [Índice de Desenvolvimento Humano] e de 1,9% no comércio internacional”, destacou.

O secretário afirmou que o governo mantém um painel de monitoramento do andamento dos processos de digitalização nos diversos órgãos. Ele apresentou um cálculo utilizado pelo ministério segundo o qual o retorno sobre o investimento nessas mudanças é, em média, de mais de 300%. A expectativa é que a economia com a transformação digital do Executivo chegue, no total, a R$ 6 bilhões.

Até julho, a expectativa do governo federal é que todos os serviços da Previdência Social estejam digitalizados. À Agência Brasil, o secretário de governo digital do Ministério da Economia, Luís Felipe Monteiro, afirmou que até o fim do ano o mesmo processo deverá ocorrer na área de infraestrutura.

Com isso, diversas atividades hoje realizadas pela pasta e por agências (como a da Aviação Civil, Anac, e dos transportes terrestres, ANTT) poderão ser feitas por canais eletrônicos. Isso não significa, pontuou Monteiro, que os postos de atendimento deixarão de existir, mas que o cidadão também terá a possibilidade de resolução por meios digitais.

Digitalização da economia

Paulo Uebel destacou que a transformação digital do governo faz parte de uma mudança geral na sociedade. Segundo ele, até 2025, a economia digital deverá movimentar US$ 23,3 trilhões (R$ 93,7 tri). A projeção foi apresentada pela empresa Huwaei em 2018, em um estudo denominado “Índice Global de Conectividade”.

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Euller, afirmou que o destravamento desse potencial depende da ampliação da conexão à rede mundial de computadores. No Brasil, cerca de 30% dos cidadãos ainda não têm acesso à web. “A agenda digital depende de conectividade. Não há conectividade sem infraestrutura de telecomunicações. Ela é o pilar principal para transformação digital do país”, defendeu.

Representantes das empresas colocaram a necessidade de mudanças na legislação para estimular investimentos. O presidente da Vivo, Cristian Gebara, reclamou da alta carga tributária e defendeu a aprovação do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 79, de 2016. A proposta traz uma série de mudanças na legislação de telecomunicações, como a transformação das concessões das redes que eram do sistema Telebrás (e foram repassas à iniciativa privada) em autorizações e a entrega dessa infraestrutura às firmas que hoje a exploram (cujas avaliações dos valores variam e chegam a R$ 100 bilhões) em troca de metas de investimento em banda larga.

O PLC é polêmico. Foi aprovado no Senado, mas uma decisão do Supremo Tribunal Federal obrigou o retorno da matéria à Casa para votação em plenário. Arquivada na legislatura passada, ela agora é analisada na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT).

No Painel Telebrasil, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse estar “otimista” com as perspectivas de aprovação. O presidente relatou ter conversado com a relatora, senadora Daniela Ribeiro (PP-PB). Segundo ele, há disposição para avançar na apreciação da matéria na comissão para, depois, marcar a votação em plenário. A Agência Brasil procurou a senadora, mas não conseguiu retorno até o fechamento desta matéria.

 

Edição: Lílian Beraldo
 
Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil

O boletim meteorológico emitido pela Sala de Situação da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) nesta quarta-feira (22/5) destaca que a atmosfera segue instável e a nebulosidade vai crescendo, ganhando força ao longo das próximas horas.

Com isso a previsão é de chuvas intercaladas com períodos de nublado em todas as regiões, podendo ser pontualmente mais fortes em áreas do norte e sul do Estado. 

Quinta-feira (23)
As instabilidades seguem atuando em todo o Estado com chuva intercalada com períodos nublados. A chuva pode ser eventualmente mais expressiva no oeste, sul e parte do leste. Nessas áreas também pode haver ventos mais fortes devido à formação de um sistema de baixa pressão, com risco para temporais. As temperaturas diminuem e a sensação de frio predomina.

Sexta-feira (24)
A instabilidade predomina e há possibilidade de chuva com risco ainda para temporais, ventos fortes e granizo em áreas do oeste, sul, centro e parte do leste. O frio aumenta no Estado.

Sábado (25)
Uma forte massa de ar polar avança e o tempo será seco e frio, com chance de geadas na campanha, planalto e serra gaúcha.

Texto: Catarina Gomes/Ascom Sema
Edição: Secom

A educação financeira faz parte do dia-a-dia do Sicredi. Para reforçar a importância desse tema, a Sicredi Pampa Gaúcho está participando da Semana Nacional de Educação Financeira, uma iniciativa do Comitê Nacional de Educação Financeira (CONEF), apoiada por diversos agentes do setor financeiro do País, com o intuito de promover a Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF).  

A sexta edição da Semana ENEF acontece entre 20 e 26 de maio. Em todos os municípios da nossa área de atuação, estão sendo realizadas palestras e dinâmicas em volta do tema. No município de Santana do Livramento, estão acontecendo palestras em escolas e empresas, sempre evidenciando a importância das pessoas terem uma vida financeira equilibrada. 

O conceito do Sicredi neste ano é “#Fiquenoverde - Faz diferença deixar sua vida financeira mais saudável”. O Sicredi acredita e investe em ações que desenvolvam temas de educação financeira, conforme destaca o gerente da agência Sicredi em Santana do Livramento. “Cada vez mais a Cooperativa quer manter um relacionamento perene e sustentável com os associados e com as comunidades”, lembra Iuri Pasquali. 

Mais informações sobre o tema podem ser obtidas no site da Sicredi Pampa Gaúcho, através do endereço www.sicredipampagaucho.com.br

Mônica Freitas Valle Corrêa

Assessora de Comunicação e Marketing

Área de Relacionamento

 

Três categorias em quadra e excelentes jogos, indo de estreias na categoria Sub 13 a jogo decisivo para a pretensão de classificação na Série Prata. Foi assim a rodada da noite desta terça-feira no Citadino de Futsal. No final a noite foi de alegria para as equipes do Saint Catherine’s e Carolina, que empataram na Sub 13, Escolinha Centauro e Portugal.
Sub 13
As últimas duas equipes das seis participantes do Citadino Sub 13, estrearam na competição. Os riverenses do Saint Catherine’s estrearam diante do Carolina. O jogo foi movimentado mas de poucos gols no primeiro tempo. Alias foi apenas um. Felipe para Carolina. Na segunda etapa o Saint Catherine’s adiantou o time e passou a pressionar e insistiu até Bernardo empatar o jogo. Os riverenses queriam mais e acabaram chegando ao gol da virada a 50seg do final. O resultado parecia definitivo, mas o Carolina literalmente correu contra o relógio e a exatos 1seg e 30 centésimos do final, chegou ao empate no Kalisson. Foi empatar a o jogo acabou.
Centauro vence
Pela categoria Sub 13, a Escolinha Centauro tentava a segunda vitória diante dos riverenses do Cerpros F.C, que ainda tentava a primeira vitória. Os primeiro tempo foi equilibrado, com o Cerpros acumulando chances perdidas. Já o Centauro criou menos mas foi mais efetivo. Arlen aproveitou a chance para fazer 1 x 0. Depois de resistir a pressão e tomar duas bolas na trave o Centauro ampliou com Feijão. Na etapa final o Cerpros adiantou ainda mais o time a aumentou a pressão. Mas a cena do primeiro se repetiu e Arlen marcou o terceiro do Centauro. Sander descontou para o Cerpros e quando parecia que a equipe iria reagir, ocorreu o contrário. O Centauro encontrou espaços para marcar o quarto e quinto com Matheus. Arlen, goleador da noite, também marcou mais dois e ampliou para 7 x 1. Brian ainda descontou duas vezes, mas Arlen fechou o placar para a Escolinha Centauro que venceu por 8 x 3.
Portugal
Na sequencia da rodada, pela força livre Série Prata, Portugal e Deportivo fizeram um jogo decisivo para definir suas pretensões de classificação. O vencedor encaminharia bem a vaga para a segunda fase, enquanto o perdedor ficaria pressionado. Por isso os dois times iniciaram o jogo com cautela. Mesmo assim o Deportivo arriscou mais e até criou as primeiras chances. Portugal optou por marcação meia quadra e tentou encontrar o pivô Carlos Henrique, o Xuxa. Depois de alguns sustos a estratégia da equipe funcionou a risca. A bola chegou no artilheiro e ele fez 1 x 0, livrando a equipe de Portugal da pressão. O jogo então mudou e Portugal achou os espaços para jogar e chegar ao 2 x 0, novamente com Xuxa. Desequilibrado pois se defendia mal, o Deportivo não conseguia vencer o goleiro Jeferson. Para complicar, no contra ataque, Portugal fez o 3 x 1, com Duka. Dudu, desviando o passe de Tainã, até descontou para o Deportivo. Na etapa final o Deportivo tentou pressionar mas parou na consistência defensiva de Portugal. Mas ofensivamente a equipe também era letal e Xuxa ampliou para 4 x 1. Sem pode de marcação o Deportivo se viu envolvido pelo adversário quye marcou novamente com Robinho, João Fernando descontou num chute de meia distância, mas Xuxa e Adriano ampliaram para Portugal. Kellison descontou, mas Portugal venceu para 7 x 3 e fechou a noite de futsal. O goleador de Portugal , Xuxa, foi eleito o craque da rodada.
O CFL 2019 é patrocinado por, Movilcor, CFC Santanense, Gato e Sapato e Zapatodos, CHS – Centro Hospitalar Santanense, Unimed Fronteira, Posto Larratea, Uniagro / Erva Mate Charme, Provedor A Plateia, Transportes Thomaz, Casa dos Troféus e apoiado por, Óptica Foco, ML 3 Football e Comdica-Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente.

 

Finalizadas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, os estudantes que não obtiveram isenção têm até a próxima quinta-feira (23) para pagar a taxa de inscrição. O valor é de R$ 85 e pode ser pago em agências bancárias, casas lotéricas e Correios.

Quem teve direito à isenção do pagamento da taxa e concluiu a inscrição no prazo tem participação garantida.

As inscrições pra o Enem foram encerradas na última sexta-feira (17) com 6.384.957 de inscritos. O total de participantes confirmados será divulgado no dia 28 deste mês. As provas serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro.

Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem, por exemplo, para se inscrever em programas de acesso à educação superior como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou de financiamento estudantil.

Estudo

Para reforçar o conhecimento dos candidatos, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) oferece várias estratégias gratuitas, como o Questões do Enem, no qual os estudantes têm acesso a um atualizado banco de dados que reúne provas de 2009 até 2018. O site permite a resolução das questões online, com o recebimento do gabarito.

Pelo perfil EBC na Rede, é possível acompanhar a série Caiu no Enem. O desafio é responder no fim de semana à questão publicada na sexta-feira. Na segunda-feira, um professor responde ao questionamento. A série fica até a semana que antecede ao exame de 2019. Para ter acesso aos vídeos com as respostas, basta se inscrever no cana youtube.com/ebcnarede.

Edição: Valéria Aguiar
 
Por Yara Aquino - Repórter da Agência Brasil
 
 
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O aviso hidrometeorológico emitido pela Sala de Situação da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) na tarde desta segunda-feira (20/5) chama a atenção para o risco de temporais isolados no Rio Grande do Sul.

O boletim destaca que a passagem de uma frente fria associada a um centro de baixa pressão que gira dentro do continente pode provocar ventania e chuvas fortes no Estado.

Na noite desta segunda (20) e na madrugada da terça-feira (21) espera-se o avanço de áreas de instabilidade da fronteira com o Uruguai para oeste, campanha, noroeste, parte do centro e no sul.

Até o período da manhã de terça-feira (21), a chuva deve chegar ao leste e norte. Em alguns pontos pode haver chuva e fortes rajadas.

Ao longo do dia, chove pouco, mas o vento sopra forte, sobretudo no litoral com o ingresso do ar frio e da baixa pressão atmosférica.

A chuva, em termos de volume, deve ser mais forte a partir de quinta-feira (23/5), mas o estado é de atenção até quarta-feira (22), especialmente diante da possibilidade de ventanias.

Condições hidrológicas

A condição hidrológica atual é de níveis dos rios em declínio ou estáveis nos pontos monitorados. Em razão dos volumes ocorridos no Estado nos últimos 15 dias, as cotas medidas no baixo Uruguai e baixo Jacuí ainda estão elevadas, embora em declínio.

Em função da previsão de chuva, a expectativa é que haja resposta hidrológica a partir da metade da semana com destaque para as bacias do Caí, Camaquã e Baixo Jacuí, além de potencial para danos em escala de sub-bacia.

Os meteorologistas  indicam, no momento, condição hidrológica de atenção em função dos pontos com cotas elevadas (baixo Jacuí e baixo Uruguai) e para as demais bacias do Estado em função de possível resposta em razão de volumes localizados.

Texto: Catarina Gomes/Ascom Sema
Edição: Secom

Depois de vencer mais uma em casa e manter os 100% de aproveitamento no Beira-Rio pelo Campeonato Brasileiro, o Colorado se reapresentou na tarde desta segunda-feira (20/5), no CT Parque Gigante. O time comandado pelo técnico Odair Hellmann venceu o terceiro jogo na competição nacional e alcançou o quinto lugar na tabela de classificação. Agora, o Clube do Povo volta suas atenções para a semana de estreia na Copa do Brasil.

O primeiro treino da semana contou com a participação, no campo, dos jogadores que não iniciaram a partida contra o CSA, esses ficaram na academia realizando atividades físicas e regenerativas. O treinador colorado comandou um trabalho coletivo no gramado, movimentando o grupo de jogadores. O zagueiro Rodrigo Moledo, que saiu mais cedo da última partida, acabou sofrendo uma lesão muscular na coxa e fica de fora por cerca de três semanas. Já o volante Rodrigo Dourado realizou uma artroscopia no joelho e volta aos treinos daqui 15 dias. 

Depois do treinamento, o goleiro Marcelo Lomba, autor de grandes defesas contra o CSA, falou sobre a semana de trabalho e projetou a estreia na Copa do Brasil. "A semana passada foi muito importante para a gente se preparar, treinamos bem. Estamos inteiro para a partida contra o Paysandu, fizemos um bom jogo contra o CSA. O Paysandu é um time com uma grande torcida, vamos valorizar muito esse primeiro confronto. Foco total nesse duelo", afirmou o camisa 12.

O Colorado abre a Copa do Brasil contra o Paysandu, na quinta-feira (23/5), às 20h, no Beira-Rio. O jogo de volta das oitavas de final está marcado para a semana seguinte, em Belém. O Clube do Povo inicia a busca por mais um título e conta com o apoio do torcedor para, juntos, conquistarmos mais uma vitória no Gigante.

Fonte: www.internacional.com.br

 

A Arena Eventos mantém as atividades do calendário do primeiro semestre, mas já está pensando na programação da segunda metade do ano no futsal. O foco, neste sentido, está voltado à única competição que ainda que não têm seu cronograma 100% fechado, o Citadino de Futsal Feminino. A competição estreia no calendário e desde abril, quando ocorreu a primeira reunião com os representantes dos clubes, estão abertas as inscrições as equipes que demonstraram interesse na disputa. As fichas estão à disposição das representações dos clubes na sede da Arena Eventos, Av. Alm. Tamandaré, 2719 – sala 304 – Centro de Santana do Livramento em horário comercial. A intenção da organização é reunir entre quatro e seis equipes para esta primeira edição da competição. “O Citadino Feminino é uma antiga reivindicação das atletas e equipes que difundem o esporte a o Citadino Feminino tem a finalidade de manter a visibilidade que ocorreu com as outras cinco categorias que o CFL atua. Está agora nas dirigentes, atletas e representantes da modalidade aproveitaram a oportunidade e se fortalecerem ainda mais com o futsal feminino no CFL 2019, já que terão a mesma estrutura dispensada as demais categorias, inclusive com as transmissões ao vivo dos jogos”, destacou o diretor Allan Badra.

 

A Organização Mundial do Comércio (OMC) iniciou nesta semana uma rodada de negociações para debater acordos relacionados ao comércio eletrônico. O Brasil participa dos debates.

O tema já vem sendo tratado há pelo menos duas décadas na organização, mas agora as nações querem avaliar a necessidade de acordos para lidar com os novos desafios de uma economia cada vez mais digitalizada.

Entre os temas em debate estão regras para trocas de dados entre empresas e prestadores de serviço de países diferentes, a tributação de serviços e bens transacionados entre distintas nações e formas de assegurar os direitos do consumidor em situações como na compra de bens e serviços em países distintos do seu.

A OMC já tinha um programa de trabalho sobre o tópico. Na reunião ministerial de Buenos Aires, em dezembro de 2017, foi definido o início de “discussões exploratórias” sobre o assunto. Durante o Fórum Econômico Mundial deste ano, em Davos, 76 países decidiram avançar as discussões rumo a uma rodada de negociações, processo de maior força institucional.

Propostas

Nesta primeira etapa das negociações, países apresentam suas propostas. Segundo o chefe da Divisão de Promoção de Serviços do Itamaraty, George de Oliveira Marques, os países não devem avançar em uma definição de comércio eletrônico, mas trazer propostas específicas para atender aos seus interesses.

Os Estados Unidos, exemplifica, estão mais preocupados em definir regras para serviços prestados por meio eletrônico e para produtos digitais, como filmes, softwares e impressores 3D. Um dos objetivos seria tratar os produtos digitais de forma semelhante aos bens de comércio "normal", evitando a criação de exigências e tarifas adicionais. O país é sede das maiores empresas de tecnologia do mundo, como Apple, Microsoft, Amazon, Google e Facebook.

Já a China estaria mais focada no estabelecimento de normativas para o comércio de bens por plataformas de comércio eletrônico, como roupas, calçados e equipamentos eletrônicos. Lá estão grandes conglomerados do setor, como Alibaba e JD.com.

De acordo com George Marques, as transações de bens e serviços já são cobertas por acordos sobre esses dois tipos de atividade econômica. Mas o vácuo a ser avaliado seriam os novos negócios baseados em dados, como os de plataformas digitais.

“O que existe de novo e não está coberto é a questão de dados, informação. Hoje o que interessa a empresas de internet como Google, Facebook e Amazon é poder acessar informação de outros países, armazenar e processar para vender serviços ou bens”, disse o chefe da divisão de Serviços do Itamaraty.

Ele disse à Agência Brasil que o Brasil busca nas negociações um “equilíbrio entre regras comerciais e salvaguardas de questões regulatórias”. No tema de defesa contra ataques cibernéticos, por exemplo, os países precisam de gestão sobre suas redes para evitar ataques ou poder se proteger. Ele citou um caso em um grande evento esportivo em que o Brasil identificou um ataque e cortou as comunicações com o país de onde este estava vindo.

Outro tema de interesse da representação brasileira são direitos do consumidor. “Com o comércio eletrônico, o consumidor está num país e o prestador em outro território. Se o consumidor está se sentindo lesado, qual legislação vai valer?”, questiona Marques. Segundo ele, a preocupação é que valham padrões mínimos, como troca de produto defeituoso e fornecimento de informações com clareza sobre condições de pagamento.

Edição: Fernando Fraga
 
Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil
 
Marcello Casal jr/Agência Brasil

Com uma atuação segura e precisa, o Colorado bateu o CSA neste domingo (19/05), em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória veio pelo placar de 2 a 0, em gols marcados por Nonato e Edenilson, este último em uma verdadeira pintura de fora da área. Essa foi a terceira vitória colorada no campeonato, mantendo os 100% de aproveitamento dentro de casa. Com o resultado, o Clube do Povo chegou aos 9 pontos ganhos, subindo para a quinta colocação na tabela de classificação (duas partidas ainda fecham a rodada).

O próximo compromisso colorado é nesta quarta-feira, às 20h, diante do Paysandu, em jogo de ida pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o Internacional volta a atuar no próximo domingo, na Vila Belmiro, contra o Santos.

Primeiro tempo:

6min - Primeira chegada colorada! Zeca capricha no cruzamento, a bola vai no segundo poste, onde Guerrero tenta o cabeceio sobre o lateral Apodi, que consegue desviar para escanteio.

7min - Após escanteio cobrado por D'Alessandro, a bola rebate dentro da área alagoana e sobra para Lindoso, que chuta sem muito ângulo em cima de Jordi.

8min - Lomba, um gigante! Patrick Fabiano recebe em profundidade pela esquerda, avança com a bola dominada e, na hora do chute, é travado pelo goleiro colorado. No desfecho do lance, Rodrigo Moledo e Marcelo Lomba se chocam com força. O atendimento médico é chamado para a dupa defensiva colorada.

15min - Problema: Moledo sente a dividida com Marcelo Lomba e Odair é obrigado a promover a primeira substituição. Emerson Santos é chamado para compor a zaga com Cuesta.

26min - Soltou a bomba! Nico López recebe em frente à área e enche o pé para finalizar de canhota, mas Jordi consegue espalmar.

28min - Carlinhos avança pelo lado esquerdo e testa Marcelo Lomba em chute rasteiro. O goleiro segura sem problemas.

30min - Seria uma pintura! Inter tem boa oportunidade em bola parada na frente da área. Paolo Guerrero bate direto com muito veneno e Jordi faz excelente defesa para o CSA.

36min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTER!!! NONATO! D'Alessandro faz bonita jogada abrindo espaço na intermediária e lança sobre a defesa adversária na direção de Iago. O lateral escora de maneira inteligente para a chegada de Nonato, que empurra para as redes. É o segundo gol do camisa 33 pelo Clube do Povo - havia marcado no último jogo, abrindo a vitória contra o Cruzeiro.

37min - Após o gol, Luciano Castán e Zeca batem boca, ambos recebem o cartão amarelo.

43min - Nico López faz fila na defesa adversária pelo lado direito, dribla até o goleiro e cruza para a área, mas a zaga corta.

46min - Gol do Inter é anulado! Edenilson bate falta pelo lado direito e Cuesta completa de cabeça no segundo poste com precisão. A arbitragem, porém, anula o lance após verificar o VAR, alegando participação de Emerson Santos, em posição de impedimento, no lance.

Segundo tempo:

12min - Guerrero consegue bonito passe para Nonato, que faz o giro e finzaliza de perna esquerda dentro da área. Mas o chute sai sem força e o goleiro segura.

13min - Vem tranquilo! Cuesta aplica um lençol em Maranhão dentro da área defensiva e sai para o jogo.

19min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLAAAAAÇO DO INTER!!! EDENILSON! Nonato ganha a dividida com a defesa do CSA e a bola se oferece para Edenilson. O camisa 8 pega de primeira, um pombo sem asa, que sacode a goleira adversária na gaveta. Uma pintura do meio-campista, apliando a vantagem colorada no Beira-Rio. É o oitavo gol dele com o manto vermelho.

26min - Substituição no Inter: sai Nico López para a entrada de Neilton.

28min - Pancada de Guerrero! O peruano é lançado e domina com muita categoria, já engatilhando a bola para o arremate, feito com força procurando o ângulo. Jordi voa para espalmar!

31min - Chega o CSA ela esquerda: Carlinhos faz o cruzamento e Patrick Fabiano desvia de cabeça levando muito perigo à meta de Lomba. Mas o goleiro estava atento e pratica ótima defesa.

34min - Na trave! Matheus Savio bate de primeira e a bola explode no poste. Quase desconta o time alagoano.

35min - Última troca no Inter: sai D'Alessandro para a entrada de Sarrafiore.

37min - Edenilson bate escanteio pela esquerda e Guerrero ganha por cima, mas Castán salva em cima da linha.

41min - Guerrero cobra falta perigosa, mas a bola passa ao lado.

FICHA TÉCNICA
Internacional (2): Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo (Emerson Santos), Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenilson e Nonato; D'Alessandro (Sarrafiore), Nico López (Neilton) e Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.
CSA (0): Jordi; Apodi, Gérson, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Nilton (Victor Paraíba), Madson (Maranhão), Didira e Matheus Savio (Gerson Júnior); Patrick Nascimento. Técnico: Marcelo Cabo.
Gols: Nonato, aos 36'/1T, e Edenilson, aos 19'/2T (I).
Local: Beira-Rio
Arbitragem: Rodrigo Carvalhães de Miranda, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Carlos Henrique Alves de Lima Filo (trio do RJ)
Cartões amarelos: Zeca e Víctor Cuesta (I); Jordi, Luciano Castán e Nilton (C).
Público total: 27.194; Pagantes: 23.249; Menores: 2.286; Não pagantes: 1.659.
Renda: R$ 826.205,00

 

Página 1 de 336
Topo