Brasil perde espaço nas importações de carne de frango da Arábia Saudita

Embora permaneça como seu principal fornecedor – no primeiro semestre de 2019 praticamente três quartos do volume adquirido externamente – o Brasil vem perdendo espaço nas importações de carne de frango da Arábia Saudita. E quem ocupa o terreno é a Ucrânia. 

Dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) mostram que nos seis primeiros meses de 2019 os sauditas importaram mais de 325 mil toneladas de carne de frango, quase 6% acima (perto de 18 mil toneladas adicionais) do importado em idêntico período de 2018. No entanto, o volume adquirido no Brasil aumentou menos de 1%, fazendo com que a participação brasileira recuasse quase 5% - de 78% para 74,24%. 

Vários países – mas principalmente a Ucrânia – compensaram essa perda. Assim, enquanto o volume adicional exportado pelo Brasil aumentou 1.776 toneladas, o da Ucrânia registrou incremento de 31.202 toneladas, vindo a seguir a Rússia – sim, a Rússia! - com quase 7 mil toneladas a mais. 

Nesse processo, com perdas bem maiores que as do Brasil – que, pelo menos, manteve o volume exportado – estão a França e os EUA. Estes viram suas importações reduzidas a, praticamente, zero. E os franceses exportaram um terço a menos que em 2018, o que fez sua participação nas importações árabes reduzir-se de 16,81% para 10,56% - uma queda de 37%.

Por: AVISITE

Fonte: https://www.agrolink.com.br

Rate this item
(0 votes)
Login to post comments
Topo