Gisnei

Gisnei

A vacina da Febre Amarela está disponível nos postos de saúde do Município!  
Fique atento: A partir deste ano, a vacina passa a ter um reforço aos 4 anos de idade. Confira como fica o esquema vacinal:

  •  1 dose aos 9 meses de vida e um reforço aos 4 anos de idade; 
  •  a criança que tiver recebido uma dose da vacina antes de completar 5 anos de idade, está indicada a dose de reforço, independentemente da idade em que o indivíduo procure o serviço de vacinação.


A Vigilância Epidemiológica do Município alerta a comunidade que procure a sala de vacina mais próxima para atualização da caderneta.

A vacina da Febre Amarela está disponível em todas as salas de vacinas do município em dias alternados por se tratar de frascos multidoses, evitando assim o desperdício. 

Segunda-feira: Unidade Sanitária e CAIC;
Terça-feira: Tabatinga e Vila Real;
Quarta-feira: PAM e Prado;
Quinta-feira: Divisa;
 
Sexta-feira: Simon Bolívar e Santa Rosa.
 
Foto: Assessoria de Comunicação Social || Fonte: Assessoria de Comunicação Social
 


A vacina é indicada para toda a população, até 59 anos e a partir dos 60 somente com atestado médico!

No dia 04 de fevereiro de 1913 era criado o 2º Regimento de Cavalaria com o propósito de vigiar nossa área de fronteira na região. Inicialmente suas atividades eram desenvolvidas exclusivamente na área rural, o prédio histórico que abriga até hoje as atividades do Heróico, foi inaugurado no ano de 1921.

Na segunda década do século XX, teve participação efetiva no combate do movimento revolucionário de 1923 onde pela bravura e ousadia de seu efetivo no combate da ramada, recebeu o título de “O Heróico”, esteve ainda, nas revoluções de 1924, 1925, 1926, 1930 e 1932.

Na atualidade o 2º Regimento de Polícia Montada é responsável por sete municípios da região: Santana do Livramento, Alegrete, Manoel Viana, Rosário do Sul, São Gabriel, Vila Nova do Sul e Santa Margarida do Sul.

Nesta data comemora seus 107 anos de fundação, e o efetivo administrativo se reuniu nesta tarde para celebrar. O Cel Burgel comandante do CRPO FO e os majores Mello e Laerte prestigiaram o evento.

Parabéns ao efetivo que diariamente eleva o nome desse Regimento centenário e da nossa Instituição e parabéns a comunidade local que pode sempre contar com os serviços prestados pelo Heróico.

Brigada Militar, a força da comunidade.

Inter e Universidad de Chile disputam, nesta terça-feira (04/02), a partir das 18h, os primeiros 90 minutos da segunda fase preliminar da Conmebol Libertadores. Duelo eliminatório, será disputado em Santiago, capital chilena, e envolve duas equipes que, a partir dos últimos anos do século passado, tornaram-se recorrentes conhecidos. Ao todo, Clube do Povo e La U já se enfrentaram em cinco ocasiões. Los Azules, como a equipe andina é também conhecida, foram, inclusive, os primeiros de seu país a enfrentar o Colorado no mais prestigiado torneio de clubes do continente. Saiba, abaixo, mais informações sobre o rival alvirrubro deste meio de semana.


Fundação

Consta como data de fundação da Universidad de Chile o dia 24 de maio de 1927. Na data, o embrião da atual 'La U' foi criado sob o nome de Club Deportivo Universitario. A instituição nasceu da união dos clubes Nautico Universitario, Internado, Universitario de Atletismo e Federación Universitaria, e teve, desde seu princípio, a cidade de Santiago como sede. Passada uma década, em 1937 a equipe teve seu nome trocado para Club Deportivo Universidad de Chile, mudança motivada pelo surgimento da Universidad Católica, formada por estudantes da sede de ensino que, até então, não possuía uma equipe profissional.

Uma das primeiras formações da história da 'La U'. Foto: Reprodução/Site Universidad de Chile


Crescimento

O auge da Universidad de Chile em âmbito nacional, e também mundial, ocorreu entre os anos de 1959 e 1969, quando conquistou seis títulos com o esquadrão à época conhecido como “Ballet Azul”, em referência a suas performances dentro de campo. De tão notória em seu nível técnico, a equipe serviu de base para a Seleção Chilena terceira colocada na Copa do Mundo de 1962, competição disputada, exatamente, no Chile. Entre os atletas de 'La U' convocados para o Mundial esteve Leonel Sánchez, ídolo nacional que encerrou o certame como um dos artilheiros, com quatro gols marcados. La Roja foi elimanda nas semifinais para o Brasil, derrotada por 4 a 2, e bateu, na disputa pelo terceiro lugar, a forte Iugoslávia, em embate encerrado com o placar mínimo.

Os difíceis anos 70 e 80

As temporadas compreendidas entre 1970 e 1993 foram marcadas por grandes dificuldades, tanto técnicas quanto econômicas, que atingiram seu ponto máximo no ano de 1989, com o descenso de La U à segunda divisão. Neste período, a Universidad de Chile encontrou em sua gente o apoio ideal para retomar o caminho das grandes vitórias. Assim, abraçada por uma torcida de milhares, a instituição se tornou um dos times mais populares do Chile.


A atualidade, de encontros com o Inter

Dando fim a um jejum de 25 anos, La U alcançou, em 1994, o título chileno. O bicampeonato veio na temporada seguinte, criando grande expectativa para o ano de 1996, pautado no sonho da conquista da Libertadores. Para tanto, decidida a apresentar seu estrelado elenco, a equipe convidou, como adversário para o tradicional 'Noche Azul', partida amistosa realizada pela Universidad de Chile a cada início de temporada, o Clube do Povo. Dentro de campo, apesar do clima festeivo, o Inter conseguiu segurar a pressão dos donos da casa, arrancando importante empate em 2 a 2. Os gols mandantes foram marcados por Mardones e Rodriguez, enquanto Fabiano e Lico anotaram os tentos gaúchos. Em 1997, o Colorado voltou a ser convocado ao evento, e, desta vez, mostrou-se um visitante ainda mais indigesto, vencendo o duelo por 2 a 1.

Depois de conquistar mais alguns campeonatos nacionais entre os anos finais da década de 90 e os de abertura do século XXI, a Universidad de Chile conquistou, em 2011, a Copa Sul-Americana. À época comandada por Jorge Sampaoli, técnico que conquistaria, quatro anos depois, uma Copa América pela seleção nacional, o feito jamais foi repetido por outra equipe do país, e comprovou um novo momento de protagonismo continental de La U. A equipe, vale destacar, é participante assídua da Libertadores da América, já tendo, inclusive, disputado quatro semifinais do torneio. Em 2015, na fase de grupos, Los Azules integraram o chaveamento 4, mesmo do Inter.

O primeiro duelo de Libertadores entre Inter e Universidad de Chile aconteceu numa quinta-feira, dia 26 de fevereiro. No Beira-Rio, o Clube do Povo conquistou seus primeiros três pontos na Libertadores de 2015 após vitória por 3 a 1 sobre La U, gols de D'Alessandro, Jorge Henrique e Eduardo Sasha. A partida foi a sexta disputada entre as duas equipes, já que, em 2001, La U e Colorado decidiram o Torneio Viña del Mar, em confronto encerrado com triunfo por 3 a 0 do Alvirrubro, enquanto, em 2009, os chilenos avançaram às quartas da Sul-Americana após empate por 1 a 1 em Porto Alegre e vitória mínima em Santiago.

Já no returno da fase de grupos o Inter viajou a Santiago para a disputa da penúltima partida do chaveamento disposto a conquistar pontos que encaminhassem classificação às oitavas. Nem o mais otimista colorado poderia imaginar, no entanto, que, ao soar do último apito, o Alvirrubro garantiria vitória pelo placar de 4 a 0. Maior goleada vermelha como visitante no principal torneio de clubes do continente, esteve marcada por show de Nilmar, nome do jogo com dois gols.


O estádio - templo chileno

A Universidad de Chile manda seus jogos no Estádio Nacional de Chile, com capacidade para 55.000 pessoas e inaugurado no ano de 1938. Localizado em Santiago, o estádio é conhecido por ter sediado 10 partidas da Copa do Mundo de 1962, incluindo a final, e por ter sido utilizado como campo de prisioneiros do regime militar de Augusto Pinochet entre 12 de setembro e 9 de novembro de 1973.

Foto: Divulgação/Conmebol

Fonte: www.internacionaL.com.br

Transferido da Casa Civil para o Ministério da Economia, o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) será incorporado na forma de uma nova secretaria especial, informou a pasta no fim desta tarde. A secretária Martha Seillier continuará à frente do PPI, responsável pela coordenação do programa de concessões e privatizações e parcerias entre os setores público e privado.

Em nota, a pasta informou que o ministro Paulo Guedes orientou o PPI a atuar de forma coordenada com a Secretaria de Desestatização, Desinvestimentos e Mercados, comandada por Salim Mattar, para acelerar o programa de privatização de empresas estatais. 

Com a decisão, o Ministério da Economia passa a ter oito secretarias especiais. Além das duas secretarias relacionadas à desestatização, a pasta tem as Secretarias Especiais de Fazenda; da Receita Federal; de Previdência e Trabalho; de Desburocratização, Gestão e Governo Digital; do Comércio Exterior e Assuntos Internacionais e de Produtividade e Competitividade.

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro tinha transferido o PPI da Casa Civil para o Ministério da Economia. O órgão estava sob a responsabilidade do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, desde junho do ano passado.

Edição: Nádia Franco
 
Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil
 
 
Foto:José Cruz/Agência Brasil

Dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento mostram que houve aumento de 19% na execução do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) no ano passado.

Com o incremento, todo o orçamento do programa – R$ 440 milhões – foi gasto, o que permitiu o aumento do número de produtores com a lavoura segurada e crescimento do total de terra abrangidos pelo programa.

No total, a área segurada somou 6,9 milhões de hectares e 58 mil produtores foram beneficiados – 24% deles pela primeira vez. “A importância segurada total foi de R$ 20 bilhões, o maior valor nominal desde o início do programa em 2005”, informou o Ministério da Agricultura.

O seguro rural garante que os produtores conseguirão passar empréstimos tomados para o plantio e colheita, mesmo que haja revés em caso de quebra por causa de evento climático adverso (seca ou excesso de chuvas, por exemplo), ou de variação de preços.

*Com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Edição: Nádia Franco
 
Por Agência Brasil*
 
 
Valter Campanato/Agência Brasil

O Tricolor se reapresentou na tarde de sexta-feira após vencer o São José de virada por 2 a 1 na noite de ontem. Segundo colocado na tabela de classificação do grupo B, o Grêmio agora tem pela frente o Esportivo, em partida que acontece na próxima segunda-feira, 03/02. Em função da troca de data deste jogo, o Tricolor terá sábado e domingo para trabalhos.

Em campo estiveram apenas dois atletas que iniciaram a partida, o volante Maicon e o goleiro Vanderlei. Já os outros nove que começaram, fizeram um trabalho regenerativo na academia.

A primeira parte com bola foi dedicada a um aquecimento, logo após o grupo foi dividido em dois times para um trabalho de troca de passes rápida em curto espaço. Os recém-contratados Thiago Neves e Diego Souza treinaram durante toda a atividade. 

O Tricolor busca emendar a terceira vitória consecutiva no próximo confronto, diante do Esportivo, na Arena, para encaminhar a classificação à semifinal da Taça Ewaldo Poeta, primeiro turno do Gauchão. O zagueiro Walter Kannemann, que saiu após uma pancada no pé, ainda é dúvida. Ele apresentou trauma no primeiro dedo do pé esquerdo e foi submetido a exames de imagem que apresentaram leve edema ósseo e um pequeno hematoma.

Os ingressos para o confronto já estão à venda. Para adquirir, clique aqui.

Fonte:https://gremio.net/

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (31) que o número de casos considerados suspeitos de coronavírus subiu para 12 no Brasil. Nas últimas 24 horas, houve um aumento de seis novos casos em investigação, enquanto outras três suspeitas foram completamente descartadas.

Os casos suspeitos estão em cinco estados: Ceará (1), Paraná (1), Rio Grande do Sul (2), Santa Catarina (1) e São Paulo (7). Os casos suspeitos no Rio de Janeiro e Minas Gerais, que constavam no último relatório, foram descartados pelas autoridades de saúde. O balanço apresentado em coletiva de imprensa foi fechado às 12h de hoje.

 O  secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, durante entrevista coletiva para atualizar o boletim sobre o novo coronavírus da China
O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, durante entrevista coletiva para atualizar o boletim sobre o coronavírus - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em todo o mundo, já são mais de 9,9 mil pessoas infectadas pelo coronavírus, sendo que 99% dos casos confirmados estão na China. Do total de casos da doença, 1,3 mil são considerados graves. O número de mortes já passa de 200, apenas na China. De acordo com o Centro de Controle de Doenças da China, o coronavírus já foi detectado em 26 países.

Ontem (31), a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou estado de emergência global em razão da disseminação do coronavírus.

Confira os principais sintomas e os cuidados para evitar o coronavírus.

Histórico

Os coronavírus são conhecidos desde meados dos anos 1960 e já estiveram associados a outros episódios de alerta internacional nos últimos anos. Em 2002, uma variante gerou um surto de síndrome respiratória aguda grave (Sars) que também teve início na China e atingiu mais de 8 mil pessoas. Em 2012, um novo coronavírus causou uma síndrome respiratória no Oriente Médio que foi chamada de Mers.

A atual transmissão foi identificada em 7 de janeiro. O escritório da OMS na China buscava respostas para casos de uma pneumonia de etiologia até então desconhecida que afetava moradores na cidade de Wuhan. No dia 11 de janeiro foi apontado um mercado de frutos do mar como o local de origem da transmissão. O espaço foi fechado pelo governo chinês.

 

Edição: Denise Griesinger
 
Por Pedro Rafael Vilela – Repórter da Agência Brasil 
O prazo para o pagamento do IPTU 2020 em cota única com 20% de desconto foi PRORROGADO!

Agora, você tem até o dia 15 de fevereiro para o pagamento com desconto.

As guias para pagamento do IPTU 2020 já estão disponíveis no site da Prefeitura: http://ecidadeonline.sdolivramento.com.br/ e na Secretaria Municipal da Fazenda.

*Confira o horário especial de atendimento na Fazenda até o mês de março:
7h30 às 16h
Rua Hugolino Andrade, 433.

 

Foto: Assessoria de Comunicação Social || Fonte: Assessoria de Comunicação Socia

Um grupo de pesquisadores liderado por David Stern, presidente do Instituto Boyce Thompson, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo tipo de milho que se recupera muito mais rapidamente após um período frio. Stern também é professor adjunto de biologia vegetal na Faculdade de Agricultura e Ciências da Vida da Universidade de Cornell, também nos EUA.  

"No campo, o estresse no frio acontece com mais frequência na primavera, quando as temperaturas frias se combinam com a forte luz solar, causando o alvejamento das plantas", disse Stern. "Portanto, um milho mais tolerante ao resfriamento pode ajudar os agricultores a plantar no início do ano com a confiança de que sua colheita sobreviverá a um período frio e se recuperará rapidamente assim que o tempo esquentar novamente", completou. 

Este trabalho foi desenvolvido com base em pesquisa publicada em 2018, que mostrou níveis crescentes de uma enzima chamada Rubisco levaram a plantas maiores e de maturação mais rápida. Rubisco é essencial para as plantas transformarem dióxido de carbono atmosférico em açúcar, e seus níveis nas folhas de milho diminuem drasticamente no tempo frio.  

No estudo mais recente, Stern e colegas cultivaram plantas de milho por três semanas a 25 ° C, baixaram a temperatura para 14 ° C por duas semanas e depois aumentaram de volta para 25 ° C. "O milho com mais Rubisco teve um desempenho melhor que o normal antes, durante e após o resfriamento", disse Coralie Salesse-Smith, primeira autora do artigo. 

De fato, comparado ao milho comum, o milho produzido teve maiores taxas de fotossíntese ao longo do experimento e se recuperou mais rapidamente do estresse de resfriamento, com menos danos às moléculas que realizam as reações dependentes da luz da fotossíntese. 

Por: AGROLINK -Leonardo Gottems

Imagem créditos: Marcel Oliveira

A Fitch Ratings, uma das principais agências de classificação de risco de crédito do mundo, elevou o rating da Asset do Sicredi de “Proficiente” para “Forte”. A nova classificação reflete a avaliação da Fitch sobre aspectos como a capacidade de investimentos e características operacionais ligadas às soluções que são oferecidas aos associados.

A atualização da nota foi atribuída levando em conta principalmente os sistemas operacionais da gestora, que são bem definidos, aprimorados e seguem rígidas políticas de segurança. O rating também considera a equipe de profissionais vasta e qualificada que atua nas operações, a estrutura organizacional bem segregada do Sicredi, o forte gerenciamento de risco e compliance da instituição, entre outras características.

Para Ricardo Green Sommer, diretor de Gestão de Recursos de Terceiros, a nota da Fitch reafirma a confiança já existente no modelo de atuação da gestora, assim como chancela a solidez que o Sicredi confere à atuação. “Nós temos como diferenciais importantes o fato da Asset ter uma operação adequadamente segregada das demais áreas do Sicredi ao mesmo tempo em que se beneficia de todo o porte que a nossa estrutura oferece em análise de mercado, projeções e avaliação de riscos, por exemplo”, contextualiza.

A gestora de recursos do Sicredi administra atualmente mais de R$ 33 bilhões em fundos de investimento de renda fixa, multimercado, de previdência, entre outros. Além do rating atribuído à Asset do Sicredi, a instituição financeira cooperativa também possui avaliações corporativas da própria Fitch, da Moody’s e da Standard & Poor’s.

Émilly Pons

Analista de Comunicação e Marketing

Página 11 de 409
Topo