Ronda da Cidadania atende comunidade da Vila Thomaz Albornoz

A Vila Thomaz Albornoz sediou nesta quarta-feira (29), mais uma edição do programa Ronda da Cidadania, promovido pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul em parceria com o Poder Executivo. Coordenada no município pela juíza Carine Labres, a ação contou com a participação de setores ligados a Secretaria de Saúde e de Assistência e Inclusão Social, além de órgãos de segurança, como a Polícia Civil, Exército Brasileiro e a Brigada Militar e o Cartório de Registro Civil.

Nas boas vindas à comunidade, o prefeito Ico Charopen relatou a satisfação em promover a ação naquela região, que em função da distância do centro da cidade, carece de atenção nos serviços básicos de saúde e de assistência social. Ainda na abertura, a juíza Carine Labres elencou os serviços oferecidos na ação e a importância do projeto para as comunidades distantes dos centros urbanos. “Ficamos felizes em trazer satisfação a comunidade em pelo menos um evento no ano”, comentou. O secretário de Saúde, Sergio Aragon, falou ainda sobre a necessidade de aprimorar o atendimento na saúde naquela região. Localizada na linha de fronteira com Masoller, no Uruguai, os moradores do lado brasileiro encontram mais dificuldade de acesso aos programas da saúde. De acordo com o Secretário, o lado uruguaio encontra-se mais avançado na questão da saúde. “Queremos modificar a realidade da saúde em Thomaz Albornoz”, frisou.

Quem compareceu ao Ronda pôde usufruir de diversas ações de cidadania e lazer, que aconteceram na Escola Municipal Bento Gonçalves e no Centro Comunitário. A cargo da Secretaria de Saúde e com o apoio de médicos do Exército foram disponibilizadas consultas médicas e odontológicas. Após as consultas os pacientes tiveram os medicamentos à disposição, organizados pelo Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). O Serviço de Atendimento Especializado (SAE) ofereceu testes rápidos, material informativo, palestras sobre a prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), além de distribuição de preservativos. O Centro de Referência da Mulher em parceria com a Polícia Civil apresentou palestras a comunidade, abordando a questão da violência às mulheres. O Conselho Tutelar também se fez presente, prestando esclarecimentos e tirando dúvidas da comunidade. O público também pôde realizar o Cadastro Único (CadÚnico) que dá acesso aos programas sociais do Governo Federal; receber e encaminhar documentos como Certidão de Nascimento, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Carteira de Identidade com a equipe do CRAS Volante. O Judiciário ofereceu ainda orientação e assistência jurídica com a disponibilização de advogados, que tiraram dúvidas da comunidade. O Gabinete Ação Solidária da primeira-dama Silvana Harden também esteve na ação, oferecendo lazer e diversão para as crianças, disponibilizando brinquedos como pula-pula e ping-pong.

Além dos atendimentos na Escola e no Centro, equipes de agentes comunitários da saúde realizaram visitas domiciliares, onde foi realizado o levantamento das principais necessidades dos moradores. Com o apoio de médicos uruguaios que integram o programa binacional de saúde, os moradores puderam tirar dúvidas quanto a atendimentos nas redes do Brasil e do Uruguai, levando em conta a particularidade da proximidade dos povoados.

FOTOS: FABIANA FERREIRA/ASCOM 

Rate this item
(0 votes)
Login to post comments
Topo